LEÃO SOBERANO E INVICTO

É incrível o poder que as coisas parecem ter quando elas têm que acontecer.

Porém, antes que as pessoas impacientes já comecem a fazer beicinho, informo logo que só comecei a homilia com a frase de autoajuda acima porque foi exatamente esta a sensação que senti quando olhei para aquele mar vermelho e preto nas imediações do Parque Sócio Ambiental Santuário Ecológico Manoel Barradas, o Monumental Barraquistão.

Aquela cena antológica da torcida abraçando o time e o ônibus antes mesmo da peleja se iniciar me dava a certeza de que as coisas iam acontecer. O mar vermelho e preto não estava para sardinha. Então, naquele momento, chutei para escanteio meu incurável ateísmo — e acreditei piamente no poder mágico da força da multidão. Estava convicto de que ela que ia garantir o título, apesar de o time em si não passar tanta confiança.

E assim foi. E foi assim. Logo aos 7 minutos, quando minha zaga deu uma braga e a sardinha apareceu de cara para o crime, a energia da massa rubro-negro desviou a bola para a linha de fundo. Por todos os cantos e campos do Brasil e do Barradão, o que dá no mesmo, nosso grito se ouviu. E foi nosso brado sobrenatural de almeida que possibilitou que a equipe Rubro-Negra mandasse na partida. Tirando outro lance aos 7 do segundo tempo (ê, timinho pra gostar de 7 este de Itinga, viu?), o Vitória foi soberano. E só não goleou por conta das deficiências técnicas dos atacantes. David duas vezes, Paulinho outras tantas, Ramires, haja calculadora.

Aliás, nada de cálculo. Tudo era emoção. E foi nesta pegada que as coisas definitivamente foram decididas. E se antes da peleja começar eu já estava com a certeza do título, ela se transformou em absoluta convicção, crença incurável, quando Renê Santos, um homem chamado raça, entrou em campo. Ali estava personalizada a garra da torcida. Gramado e arquibancada eram uma coisa só. Tentando enojar o baba, o homem de preto deu infindáveis cinco minutos de prorrogação e ainda mais um de chaleira. Não adiantou. Podia deixar o jogo rolando por mais um século que não ia passar nada. Nem mesmo o profeta Moisés conseguiria abrir aquele mar vermelho e preto que se formou como um rochedo antes do jogo começar e se fortaleceu ainda mais com o desenrolar da partida.

Sim, minha comadre. Tudo isso pode parecer (e é) piegas, mas quem diz ou pensa assim como a senhora jamais vai compreender o que aconteceu naquela soberana e invicta tarde de domingo.

P.S Esta homilia vai dedicada a todo o povo lambuzado de dendê e de emoção, especialmente à brava guerreira Maria da Conceição e ao representante do recôncavo Márcio Neiva.

Foto de Raul Spinassé/Agência A tarde/Estadão Conteúdo
Anúncios

13 Respostas to “LEÃO SOBERANO E INVICTO”

  1. jbassu Says:

    E eh nessas horas que eu me pergunto “…que porra eu estou fazendo aqui nas terras dos outros? Por que nao estou no Barraquistao vendo meu time jogar??”. Um dia meu veio, um dia.
    Um abraco

  2. Tiago Says:

    Mar vermelho e preto igual a sardinha em brasa!

  3. Elmo Campos Says:

    Quero deixar registrado aqui o bom trabalho do nosso comandante Wesley Safadão, ele conseguiu armar o quebra cabeça do nosso time mesmo faltando peça pra *#@+-?/#*@, cheguei a duvidar do cabra da peste, quando ele insistiu com a injuria do lateral esquerdo(nem vou falar o nome) mais o cabra deu outro jeito no time e junto(e principalmente) com a maré rubro negra ganhou o titulo.

  4. Marcio Neiva Says:

    bom dia!

    Como sempre as suas publicações são perfeitas em todos os sentidos. eu costume dizer que Neymar, Cristiano Ronaldo e Messi são diferenciados, assim afirmo que vc está no meio dessas feras, talvez não pelo futebol rsrs mas por palavras e da pessoa humana e simples que é. E tendo o prazer de conversa por alguns minutos naquela mar infinito de rubros negros comprovei tudo isso.
    Agradeço de coração pela dedicatória. MARCIO NEIVA

  5. Maria da Conceição Says:

    OBRIGADO Franciel pela lembrança estamos juntos

    Maria da Conceição

  6. jbassu Says:

    Seu menino, escreva ai umas linhas sobre o que esta acontecendo no Vitoria.Um abraco

  7. Dantas de BH Says:

    Com esse time, seremos rebaixados ainda no primeiro turno.
    O time tremeu diante do Avaí, já imaginaram diante do “Curintia”, Florminense ou galo? Estamos lascados em banda.

  8. Dantas de BH Says:

    Alguém viu o “seo” Franciel por aí? O que teria acontecido com esse “minino”?

  9. jbassu Says:

    Dantas, eu acho que o coracao do “homi” nao esta aguentando tanta baboseira do nosso time. Nao posso criticar o craque de Amaralina.
    Nosso time esta numa tristeza de dar do.
    Um abraco

  10. Dantas de BH Says:

    Pois é, Jbassu,.. O ranger de dentes que só se ouvia lá pelas bandas de Amaralina, já é ouvido até aqui pelas bandas da Pampulha. Rrsrsrsr
    Realmente o ECV está batendo seus próprios recordes no quesito atrapalhadas e amadorismo. Uma pena!
    Grande abraço.

  11. salmeida Says:

    e agora, segurando a lanterna, que adiantou?

  12. Diogo Says:

    Parece que o Leão que estava deitado em berço esplêndido resolveu acordar ao ouvir o Gallo cantar! Até o tal do lateral esquerdo de Argel resolveu jogar bola… ACORDA JUNTO, SEO FRANÇUEL!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: