UM VALOR MAIS ALTO SE ALEVANTA

Que contradição. Só a guerra faz.

Exatamente no mesmo dia em que a torcida mista voltou a ocupar, de modo revolucionariamente afetivo & festivo, as arquibancadas da velha Fonte Nova, o garoto Carlos Henrique Santos de Deus, de apenas 17 anos, foi brutalmente assassinado após o jogo.

Dentro do estádio, a multidão deu exemplo de que é possível avançar na direção da salutar convivência entre aqueles que torcem por cores diferentes e que rivalidade não é, nem pode ser, sinônimo de violência. Do lado de fora, alguns infames, talvez desesperados em ver triunfar esta rica possibilidade de coabitação, recorreram ao crime, à desgraçada brutalidade de retirar a vida de uma pessoa que apenas veste uma camisa de outra cor.

Aliás, por falar em cores, nos dois últimos anos, uma das características mais tristes e trágicas das manifestações de rua no Brasil foi a impossibilidade de se aceitar alguém com uma roupa de coloração diferente.

Algum apressado pode me acusar de estar misturando as bolas, mas o fato é que pouco importa se a batalha é contra a corrupção ou um time de futebol. A mensagem dos que se filiam a esta tendência totalitária do terror, tanto nos estádios quanto nas passeatas das cores iguais, é a seguinte: eu sou o melhor, o puro, e o outro deve ser eliminado.

A consequência deste autoritarismo atroz é a interdição do diálogo. E é um caminho fácil. Basta dizer: não me misturo com corruptos (claro, eu sou o puro) ou com pessoas que torcem para outra equipe (eles são uns desgraçados).

Óbvio que, nestes momentos de exacerbação, é ainda mais trabalhoso enveredar por uma trilha de reflexão/ação mais complexa. Conversar com pessoas que pensam diferente não é sucumbir à corrupção, esta menina traquina que tá em todo o canto, não apenas nas hostes inimigas.  Assim como também conviver com pessoas que torcem por outras cores não vai fazer ninguém se bandear para o outro lado. Esta uma batalha contra a indigente simplificação é crucial, seja no campo da política ou do futebol.

No caso específico do Ludopédio, por exemplo, é o momento de combater a proposta mesquinha de torcida única, defendida pelo promotor Olímpio Campinho. O que ele está propondo é algo antipedagógico e ineficaz. Conforme informa o estudioso Maurício Murad, Belo Horizonte, Buenos Aires e Roma, que haviam sucumbido a esta postura equivocada, já mudaram de posição. A hora é de avançar rumo à ampliação do espaço da torcida mista, não de retroceder. O momento é de ampliar nosso campo de ação, não de cair nas armadilhas simplificadoras dos campinhos da vida.

É exatamente por tudo isso, por estas questões que considero essenciais, que retorno a esta intimorata tribuna. Se ontem critiquei as diretorias de Vitória e Bahia pelo indecente silêncio em relação aos graves acontecimentos, hoje quero elogiar e parabenizar a atitude dos dirigentes rubro-negros e tricolores que lançaram notas firmes contra este retrocesso.

Não deixa de ser animador que, nestes tempos temerários, o Ludopédio desta província forneça estes excelentes exemplos quando um valor mais alto se alevanta.

Que contradição. Só a guerra faz nosso amor em paz.

 

Eis as notas oficiais dos clubes

http://www.ecvitoria.com.br/torcida-unica/

http://www.esporteclubebahia.com.br/nota-oficial-30/

 

Anúncios

3 Respostas to “UM VALOR MAIS ALTO SE ALEVANTA”

  1. Marcus Gusmão Says:

    Perfeito. É por aí.

  2. Welton Kroger Says:

    Adversários, sempre. Inimigos, nunca. Nao sei de onde esse promotor tirou essa idéia de torcida única, que nao ajuda em nada, pois a violência está fora dos estádios. Dentro deles, ficam as pessoas de bem que querem se divertir, zoar com os amigos, ser felizes, e nao podem ser punidas pelas acoes de marginais travestidos de torcedores.

  3. George pestana Says:

    Parabéns amigo. Grande texto. Alma de linguagem multidimensional e propulsora do melhor sentido social. Valeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: