VITÓRIA 2 x 1 souza

Depois de pouco mais de 40 minutos de uma apresentação bisonha, sem forças nem para jogar pedra em santo, eis que a bola é alçada na área e o zagueiro Sílvio sobe para fazer ECPP 1 x 0 Vitória. O placar anunciava a justiça, não somente por ratificar em números a então superioridade do time de Conquista, mas também, e principalmente, por deixar claro, desnudar, o total desleixo de souza (deixa em caixa baixa, maestro) com a equipe.

Sim, amigos de infortúnios, a culpa do gol foi do indigitado. Afinal, quem conhece um tanto assim de Ludopédio sabe que em qualquer baba de ponta de rua, na hora do escanteio, os atacantes são solidários e voltam para marcar o zagueiro do time adversário, invertendo os papéis da lógica cotidiana.

Pois bem, digo, pois mal. Na hora em que a bola foi alçada na área, o referido sujeito, completamente displicente, deixa o zagueiro cabecear sozinho. E pior. Ao ver que a bola foi gol, não esboça nem ao menos uma reação teatral para fingir um descontentamento. Nada. Demonstra apenas o descompromisso de quem foi contratado numa nebulosa segunda-feira de Carnaval.

É óbvio que algum incauto pode argumentar, não sem razão, que, no último Clássico Cartão de Crédito VISA (Vitória x sardinha), o time foi bizarro mesmo sem a presença do referido. Fato. Só que, apesar de praticar um futebol deplorável, a equipe Rubro-Negra ainda jogava com alguma velocidade e criou diversas chances de gols, desperdiçadas pela incompetência. Já na peleja de ontem, nécaras e nada. A entrada do sujeito deixou o time ainda mais lento e improdutivo, se é que isto é possível, pois a injúria ficou ali, na zona do agrião, sem função alguma, a não ser enojar meu baba. (Sim, por volta dos 26 minutos, ele concluiu ao gol, mas aquele peteleco num merece nem registro).

Porém, nem tudo foi choro e ranger de dentes. Assim que o sacrista foi substituído, o Sobrenatural de Almeida, que andava um tanto quanto sumido, novamente deu o ar da graça. O ponteiro do relógio marcava pouco mais de 30 minutos, quando o endiabrado PICA-PAU incorporou o talismã de 2013, driblou 629 zagueiros do Conquista e mandou a criança chorar no fundo do barbante, que é lugar quente.
Confiram comigo no replay.

Naquele momento, ficou claro que surgiu um nome para finalmente pacificar a Venezuela (copiraite Cláudio Reis). É só colocar PICA-PAU como presidente que resolve a chibança, pois ele ataca tanto pela direita como pela esquerda.

Mas, derivo. E volto apenas para encerrar dizendo que é urgente, preciso, necessário fundamental que Ney Franco exija contratações (especialmente de zagueiros e homens de criação) e defina o mais breve possível o time titular e o padrão tático. Afinal, o Brasileirão já é logo ali e a casa pode feder a homem. Deuzulivre!

 

P.S.1 PAREM COM ISSO!!! Esta história de que o Bahia tá desviando o dinheiro do jabá dos jornalistas para os ÁRBITROS & BANDEIRINHAS é apenas boato. O jogo de ontem foi parelho, com justiça. Afinal, se enfrentavam o vice-geral da 1ª fase, a sardinha, contra o vice do Grupo 3, o Serrano. Duelo de vices tinha que terminar igual.

 

P.S 2 Se houvesse justiça no futebol, souza teria sido trocado por uelinton. Seria o caso típico de negociação em que os dois lados saem perdendo.

Anúncios

5 Respostas to “VITÓRIA 2 x 1 souza”

  1. Léo Negaum Says:

    Daqui a pouco Robertinho vai pedir Alan Pinheiro no time…

    Domingo será tudo nosso seu Françuel!!! A menina do shortinho gera samba MIM viu no busú(sem rima, seu locutor) e além de me passar os números da mega, me disse o placar de Domingo: 3 a 1 pro glorioso Leão da Barra.

  2. Marcone Says:

    Ficou provado mais uma vez que Lucas Zen é totalmente zen e não tem condições nenhuma de jogar no Vitória. Ficou provado que com uma defesa fraca como nós temos o esquema tem que ter três zagueiros como ele mudou no segundo tempo, saltando os laterais. Mauri é dez vezes melhor que esse lucas zen.

  3. Marcos André Guimarães Says:

    Alguém tem que falar com o Falcão (não é o personagem do stalone no filme) que não queremos nem de longe a reedição da política “pés no chão”. Alguém precisa zoar o cara pra contratar 2 zagueiros de respeito e um camisa 10 de respeito. O restante se ajeita. Concordo que precisamos prestigiar a divisão de base mas com o brasileirão não se brinca. Esse tal do defendi nunca disse pra que veio, o argentino está mais pra corrida de fórmula1 e o nosso zaguerinho ainda precisa ser lapidado pra ser chamado de ZAGUEIRO.

    Abraços.

  4. Juquinha Says:

    O clássico agora é MESA: Merda x Sardinha. Não me culpe não, culpe seu colega de canudo mineiro.

  5. Marcus Gusmão Says:

    Souza é um merda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: