Quem não pode com mandinga não carrega patuá

Os profetas do apocalipse estão mais felizes do que relâmpago no trigo (alô, Cortázar). Em todas as emissoras eles babam de júbilo. “Ah, o Grêmio tem ampla vantagem sobre o Vitória no Rio Grande do Sul”; “Ah, o Leão não vence em terras gaúchas há mais de 30 anos”;  “Ah, nenhum jogador do Rubro-negro comeu SCARLETT JOHANSSON e etc e coisa e  tals”.

É isso. Qualquer tema é motivo para esta galera do mal (que atualmente só pode comemorar um honroso e temporário 10º lugar na tabela) amplificar o terror.

Porém, em verdade vos digo: O DEMÔNHO num é tão feio assim como estão falando, não.

Sim, é fato que os números não mentem, mas, quando torturados, eles confessam.

Como assim? Assim, ó.

É só inverter o teorema – seja lá que porra isto signifique – e argumentar, por exemplo, que o Vitória não perde em terras gaúchas há mais de quatro anos. E mais ainda. Nos dois últimos confrontos no Olímpico, o tricolor dos pampas empatou com o Vitória com as calças nas mãos.

Meninos, eu vi. Em 13 de setembro de 2009, ninguém me contou, não, eu estava lá, o Vitória fez 1 x 0 com Neto Berola (que deus o tenha), meteu bola na trave e o caralho aquático. Numa cagada, depois dos 40 minutos do segundo tempo, Jonas empatou.

Já em 14 de julho de 2010, não foi diferente. O Leão brocou primeiro com um golaço de Wallace e o Grêmio só conseguiu empatar porque o miserável do Egídio agiu contra nosso patrimônio.

Contudo, todas estas coisas são águas passadas que não movem redemoinhos (Já disse que não sou bom em metáforas).

O que queria mesmo dizer é que para espantar e exorcizar todas estas notícias tenebrosas que pipocam nas emissoras de vida fácil, convoco o SANTO DOMINGUÊS

Seguinte foi este.

O cenário era extremamente parecido com o atual. Estávamos no início de junho, também valendo pela 4ª rodada e também com estas mesmas as injúrias propagando suas tradicionais aleivosias.  Para complicar, do outro lado, havia um paredão, na verdade, uma cordilheira. Victor, que outro dia fez uns milagres aí, era o goleiro do Grêmio.

A bola rola e o desinfeliz mostra porque no ano anterior tinha conquistado a premiação de melhor goleiro do Brasil. Pegou até pensamento ruim.

Porém, na última volta do ponteiro, SÃO DOMINGUES deu uma tamancada que vou lhes contar. Aliás, não. Não contarei nada, pois vocês podem achar que estou exagerando. Ajoelhem e vejam o vídeo abaixo

Então, é isso. Nada de se intimidar hoje à noite. Afinal, quem não pode com mandinga não carrega patuá.

Portanto, é chegar na Arena e se impor – até porque somos especialistas em brocar tricolores  nestas  (mal) ditas arenas, certo?

Anúncios

8 Respostas to “Quem não pode com mandinga não carrega patuá”

  1. Borba Says:

    Toma aí sacana: http://i.minus.com/iC6iI9bQujHtK.gif

    Brocaremos!

  2. geno Says:

    Ganharemos, espero, suspiro, anseio, desejo, quero, mas os detalhes não podem nos atrapalhar, o principal deles é o árbitro de quinta categoria escalado para fazer resultado para o time da casa.

    Mentalizemos que ele confunda as cores, o local, o nome e até de influências e assim, esta noite seja perfeita.

    Amém, irmãos.

  3. Elmo Campos Says:

    Esse Leandro Domingues joga d+, ainda tinha torcedor que dizia que ele era lerdo, o cara deu passe de tudo quanto foi jeito quando viu que Neto Baiano, Apodi e Wilham não iam fazer gol ele mesmo fez. alias essa temporada de 2009 se Roger tivesse um aproveitamento de 20% nos passes que o referido santo deixou ele de cara pro paraíso teria sido artilheiro do campeonato com folga.

  4. Elmo Campos Says:

    Rapais, esse locutor Mostroianús, não merece narrar um golaço desse.

  5. Canijah de Moreré Says:

    Franciel, não me lembro o ano e nem o nome do jogador do Vitória que chutou uma bola parada (Sena, Joel Zanata???), perto do círculo central. Miléssimos de segundos após o petardo o goleiro Mazzaropi foi buscar a menina no fundo do filó. Eu era criança e ainda era carioca residente à Cidade Maravilhosa de Seedorf, e, juntamente, com a baianada que a minha mãe andava por aquelas bandas pude assistir o feito épico daquele que um dia seria a minha grande paixão. Esse negoço de ficar emprenhando o ouvido pelas radia e coisa de quem não vai ao estádio, não acompanha o time, e não lê outras mumunhas produzidas por tanta gente boa e ruim fora do dial.
    Minha porra hoje vai ser 1 a 1 com o ECV fazendo o primeiro aos 22′

  6. Diógenes Says:

    Belíssima lembrança. Foi o 1×0 mais emocionante da história do Ludopédio.

  7. getulio Says:

    O GOL FOI DE JOEL ZANATA

  8. anonimo Says:

    infeliz samaritano voce não passa se um verne, digo e repito o camoeonato brasileiro bão e i oauperrimo campeonato bahiano GREMIO DE FUTEBOL PORTO ALEGRENSE 1 ESPORTE CLUBE VICETORINHA QUE E DO ESTADO DA BAHIA 0 GOL DE ELANO ADIOS GRIUNGOS ATE LA VISTA.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: