Caneladas na lógica

Num tem jeito que dê jeito. A solução é continuar apelando para o sobrenatural e invocar as palavras do filósofo Lulu Santos.  “não há lógica que faça desandar o que o acaso decidir”. Mas como, de filósofo, eu só tenho mesmo o fígado baqueado, meto minhas caneladas nos maus presságios: vá-de retro, coisa-ruim!

Não é de hoje que Deola vem fazendo boas apresentações. Mas desta vez o encapetado resolveu pegar tudo. Fez algumas defesas arrojadas, outras difíceis e outras ainda, miraculosas. Salvou o time em vários momentos, nos dois tempos do jogo. Disparadamente, o melhor em campo.

Nino também manteve a regularidade, ou seja, correu, correu e só. Até quando recebeu a bola livre em dois ou três contra-ataques, não soube o que fazer com ela. Ter velocidade é uma qualidade importante para um lateral, porém, se não acerta um passe de meio metro, entorna o caldeirão. Do outro lado, Mansur tentou arriscar algumas investidas no ataque, mas também errou passes em demasia. De quebra, deixou uma avenida lá atrás. Com o futebol praticado, não ganha a posição nem pra saci (que deus o tenha).

Diante das deficiências do ataque alagoano, Josué e Gabriel deixaram muito a desejar. Sonolentos, pareciam enfeitiçados, permitindo o avanço dos atacantes alagoanos pelo no meio da defesa, obrigando Deola a se virar. E este é uma fato relevante, porque estamos falando do CRB, um dos piores times da competição. Oxalá o retorno de Victor Ramos traga de volta o equilíbrio e a segurança tão necessários nesta reta final.

E nem com reza braba apareceu o bom futebol dos nossos volantes: Uélliton foi outro bastante discreto, para dizer o mínimo e não gastar palavrões com o referido. Apenas se limitou a dar o combate no meio-campo e, assim como o restante da equipe, errou bastante. Michel esteve um pouco melhor; pelo menos, foi mais combativo (inclusive salvou um gol em cima da linha) e teve mais disposição em auxiliar o ataque rubro-negro.

Mais um horripilante: Pedro Ken até que começou parecendo um pouco mais disposto que nas últimas partidas, porém, como num passe de mágica, voltou a sumir completamente. Também não dá pra entender porquê desistiu de bater faltas e escanteios. Assim como ele, Tartá também esteve apagado. Que eu me lembre, somente uma boa jogada de linha de fundo no primeiro tempo, e uma ou outra roubada de bola. Muito pouco pra uma camisa 10, tanto que deixou o gramado pra ver Willie jogar. Mas não viu. O garoto não produziu absolutamente nada no ataque e ainda aprontou uma travessura dos pecados, ao ligar perigosamente um contra-ataque do CRB, no final do jogo.

No ataque, Marquinhos também ficou devendo. Todavia, no meio do marasmo geral da equipe, pelo menos ele não ficou só chupando sangue: arriscou alguns lances, uns chutes de fora da área, uma ou outra ida à linha de fundo, embora sem nenhum sucesso. Eduardo Ramos entrou em seu lugar faltando 15 minutos e seu único lance de relevo foi uma bola Cruzada na cabeça de Elton, o brocador. Este, não pegou na bola o jogo todo. E daí? O encantado tem faro de gol. Na única real oportunidade em 90 minutos, cabeceou de forma certeira e nos deu o triunfo. Dinei entrou em seu lugar, já nos acréscimos, só pra ganhar tempo.

Sem dúvida, do ponto de vista técnico, foi um jogo tétrico, assustador. O time chegou a ser dominado pelo fraquíssimo CRB, e só não levou gols graças à excepcional atuação do nosso goleiro. E não houve antídoto para o péssimo futebol do time: marcou mal, não pressionou a saída de bola, não trocou passes com qualidade. Curiosamente, quando pouca gente acreditava, a Sorte nos favoreceu.

Me referi de propósito à nova palavra de ordem: Sorte. Como o Vitória parece ter deixado o futebol vistoso de outrora em alguma terra muito, muito distante (até porque, o estilo do novo técnico é bem diferente do seu antecessor), profetizo que será assim, na base do sobrenatural, até o fim do Campeonato. Nenhuma novidade para nós, que já sentimos tantos calafrios, nas passagens anteriores de Ricardo Silva pelo comando da equipe.

O lado ótimo: conquistamos 3 pontos importantíssimos e voltamos a vencer fora de casa. De quebra, a rodada nos foi bastante generosa (olha a Sorte aí travez!). E agora, por ironia do destino (ou por feitiço de Carminha), teremos a oportunidade de carimbar o passaporte para a 1ª divisão, dando o troco no mesmo Santo Caetano de amarga lembrança.

Aliás, meus amigos, a batalha final já está marcada: uma noite de sexta-feira, exclusiva para os bravos e de coração forte. Que eles não ousem duvidar, pois minha vingança será maligrina: vão mofar 7 anos seguidos na Segundona, comemorar 7 anos de campeonatos morais e vibrar com 7 anos de melhores campanhas das 7 primeiras rodadas do segundo turno. É a treva!

Para o alto! E para o além!

Anúncios

10 Respostas to “Caneladas na lógica”

  1. Marcio Melo (@marciosmelo) Says:

    Realmente temos que nos apegar na sorte e no sobrenatural. Que o Vitória envie malas para os terreiros baianos preparem oferendas para que o Goiás tropece feio ai nos fáceis jogos que eles tem pela frente.

    Particularmente só ficarei feliz, de verdade, com o título. O acesso virá e será bem recebido, mas comemoração de mim não haverá. Para mim é obrigação.

    E sexta, seis e meia na terra de iá iá e iô iô vai ser osso duro. Vai ser bom pra muita gente que já vai chegar no segundo tempo e não precisará passar mal durante 90 minutos, o coração da gente agradecerá.

  2. Deivid Says:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vitoria/noticia/2012/10/presidente-do-vitoria-critica-carpegiani-deveria-parar-de-treinar.html

    Jogou no ventilador…

  3. Danilo França Says:

    Gente, venho fazer duas ressalvas. A primeira é que, na minha humilde opinião, Michel foi O melhor jogador do Vitória em campo perante o CRB. Mesmo Deola nos salvando em alguns momentos, Michel fez uma das melhores, senão a melhor, aprtida com o manto Rubro-Negro.
    A segunda é que precisamos mudar essa diretoria. Não dá mais pra aturar AP. Num primeiro contato com as palavras de PCC, chateei-me com suas declarações, mas num melhor estudo das suas palavras, percebi que ele tem razão em QUASE tudo no que disse. O VITÓRIA é e precisa continuar sendo um time grande, almejando, como tal, títulos e mais títulos. AP tem demonstrado ser uma amador.
    PORTANTO, faço uma apelo aos sócios e a todos que poderão participar diretamente nas eleições de Dezembro de 2013, vamos tirar AP. Tenhamos, pois, em mente que o VITÓRIA é maior que todos eles.

  4. Newton Says:

    Palavras sábias e verdadeiras colocadas por Carpê em resposta a Alex Portela. Como o ex-técnico disse na entrevista, a “oposição” precisa ter vez no Vitória, e creio que terá. Nessa oportunidade, espero estar dando meu voto como sócio para que isso aconteça. Vamos em frente!

    SRN

  5. Newton Says:

    Sêo Françuel, tem alguma notícia de Larissa Dantas? Ela esta comentando em algum Blog/Site?
    SRN

  6. J Mocota Says:

    Grande Canelada!!!

    Querido Caneleiro, Mocota dessa vez não vai concordar 100% contigo.

    Michel e Mansur na humilde opinião de Mocota jogaram bem.

    Uelliton fez desarmes importantes e continua com o status de melhor volante da era Alexi Portela.

    Por gentileza, valorize mais o trabalho de Ricardo Silva. Pois o finalista é o CARA e a família Rubro-Negra que não usa corneta, aprova.

    ————————————-

    Quanto a esse bafafá entre AP x PCC, Mocota surpreendentemente vai ficar a favor de…

    Alexi Portela!!!

    Carpegiani tratou o Vitória como clube pequeno no cenário nacional dizendo que assim que fosse garantido o acesso entregaria o cargo e deixaria o elenco na responsabilidade de Ricardo Silva e Rodrigo.

    Isso não é coisa de profissional.

    Mas infelizmente para a turma da oposição isso é certo e não irrita um homem de bem.

    Fazer o que?

    Por último, Mocota só queria lembrar a Carpegiani que ele só veio para o Vitória, por que o Vitória é um clube que paga em dia, tem elenco e deu condições de trabalho.

    Válido lembrar, que segundo Carpegieni, em entrevista no GE, o mérito pela montagem deste elenco é de Alexi Portela.

    PS – Mocota torce para que o próximo presidente consiga ser tão bom ou melhor que Alexi Portela.

    Sabemos que é difícil. Mas, não impossível.

    O escolhido conduzirá o Vitória a Glória.

    Avante Leão!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: