Fidel Castro sabe das coisas

O ponteiro do relógio marcava exatamente 15h34 de sexta-cheira quando estourou a bomba na arroba Gobierno de Cuba. “President Raúl Castro confirms the death of Commander in Chief Fidel Castro Ruz today in La Habana”.

PUTAQUE PARIU O ALVOROÇO!

Sim, é verdade que Fidel já faleceu umas 568 vezes, mas, ainda assim, ao ouvir o fatídico anúncio senti como se tivesse morrido alguém de minha família.  E comecei a fuçar em todos os recônditos da internet, se é que esta disgrama possui recônditos, para confirmar a notícia.  Mas, quá! Nécaras e nada. Bem que eu desconfiei que Fidel não ia sair da história para morrer no twitter. O lado bom foi que confirmei, uma vez mais, que aquela rede social de micro resmungos serve somente à boataria imperialista.

Ah, minha comadre, tenha a sua calma, num é nada disso que a senhora está pensando. A dor e as reclamações não ocorreram exatamente por afinidade ideológica, pois deste vício já me libertei há algum tempo, mas sim por questões de muito maior relevância. É que, naquele exato instante que explodiu o boato, este agoniado locutor estava arrumando a papelada na repartição para poder ir orientar o Rubro-Negro rumo à liderança da briosa Segundona. Vale registrar que a referida papelada era documento importante mesmo, nada a ver com papel de seda colomy, conforme pode pensar os maledicentes.

E antes que estas mesmas línguas ferinas digam que 15h49 (sim, amigos de infortúnios, o tempo passa) num é hora de ninguém abandonar a labuta, informo que foi por uma causa nobre.

Seguinte foi este.

Havia prometido a Lázaro Toca Raul (como assim, num sabem quem é? Não se preocupem. Daqui a pouco, uns oito parágrafos adiante, vocês saberão) que o levaria para conhecer o Parque Sócio Ambiental, Santuário Ecológico, Manoel Barradas, o Monumental Barradão no mesmo dia da morte de Fidel. E pior. Na mesmíssima data em que eu prometera também (alô, Dias Gomes) levar a menina Izabel Marcílio ao referido e sagrado recinto.

Como, apesar de ter cabelos grandes, ainda não possuo o dom da onipresença igual ao jovem de Nazaré, tentei resolver esta outra ponta (ops) solicitando à minha amiga Samanta que levasse Bel de moto para o estádio. (Não me perguntem se estão vivas ou se tiveram o mesmo destino de Fidel).

Pois bem.

Para não alongar mais esta prosa ruim, informo que, depois de cinco horas, 326 km de engarrafamentos, oito toneladas de chuvas e quatro baldeações, finalmente desembarquei nas arquibancadas para acompanhar a meia hora final do segundo tempo da renhida peleja.

E, em verdade lhes confesso. Foram os piores 30 minutos de jogo do Rubro Negro neste Dilmão/2012. Mesmo com um jogador a mais, o time foi completamente encurralado pela tinhosa equipe do Joinvile. É fato que o Leão brocou por 2 x 1, guardou mais três pontos na sacola e assumiu a liderança da competição com gloriosos 41 pontos e etc e coisa e tal. Porém, faltou muito pouco para a casa feder a homem.

“Mas, Sêo Françuel, e por que porra o senhor não conseguiu orientar o time neste período?”, pergunta-me a moça do shortinho Gerasamba, que anda sumida e cheia de direito igual à boa parte da torcida do Leão.

Pois muito bem.

Apesar de ela não merecer por andar mais desaparecida do que aquela personagem da canção de Fernando Mende, eu sou discarado e respondo.

“Seguinte, meu bem. Não há força humana que consiga orientar zorra de nada com Lázaro gritando em seu ouvindo o tempo todo para o juiz, o técnico e os jogadores tocarem Raul.

Bem fez foi o sábio Fidel, que inventou que morreu ontem.

Anúncios

7 Respostas to “Fidel Castro sabe das coisas”

  1. Camisa 5 Says:

    Vão arrumano suas coisas, fazeno as malas e se preparano pra se picar porque já tem gente vino pra reassumir o lugar que alugamos por duas temporadas:

  2. Marcio Melo Says:

    E este texto está igual ao meu Vitória, tudo louco, tudo aparentemente sem sentido, mas tá tudo dando certo.

    É que no Vitória, quando as coisas estão fáceis (1 jogador a mais, em casa, dando 2 x 0, etc) é que as coisas ficam ruins. Faz um penalty bobo, toma sufoco do outro time com um jogador a menos, enfim…

    O que importa é que agora não vejo mais nenhum time a minha frente hehehe

  3. Humberto Sampaio Says:

    Que prosa ruim da muléstia, sêu Françuel. Até parece o segundo tempo do Vitória contra os barrigas-verde

  4. banditnunes Says:

    Gostaria de fazer a defesa do fiel escudero de Raul. Estavamos orientando o time perfeitamente durante o primeiro tempo e após a chegada do locutor desta “rádia” o baba ficou confuso pois ninguém conseguia mais ouvir o que vinha da arquibancada de forma limpa o que provocou uma queda de rendimento e por isto deste desespero todo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: