CANELADAS SEM INSPIRAÇÃO

Curto e grosso, peço que apertem os cintos, pois as caneladas que se seguem estão mais sem inspiração do que a própria peleja contra o São Caetano. Ei-las:
Deola subiu lá e fez o dele. Não foi muito exigido, porém, quando foi necessário, deu conta do recado sem maiores problemas. Praticou boas defesas, saiu jogando bem com as mãos e ainda mostrou que tem sorte no incrível gol perdido pelo Azulão, no final do jogo. Vai ganhando confiança e garantindo a titularidade.
Nino deixou a desejar. Talvez por ser bastante acionado, ele também acabou errando em demasia. Apesar do seu conhecido fôlego, também não conseguiu organizar jogadas com Marquinhos. Na outro lateral, Capegiani novamente preferiu escalar Gabriel. Na minha opinião, esse esquema com 3 zagueiros deve ser utilizado como exceção, pois o time fica meio torto. Sem falar que também penaliza Leílson que fica jogando por ali, inclusive voltando pra ajudar na marcação. O Vitória precisa resolver o quanto antes essa carência do setor, pois isso pode nos custar caro, no futuro.

No miolo da zaga Victor Ramos também não jogou o que sabe. Não que isso tenha representado grande perigo, pois o tal do Leandrão continua o mesmo, um tanque desgovernado. Mas o namorado da Nicole errou passes e deu chutões. Por estar pendurado com cartão amarelo, acabou dando lugar a Léo, que entrou na lateral para recompor o sistema defensivo. Dankler foi mais equilibrado e fez uma partida com menos erros, mesmo às vezes caindo pela esquerda em revezamento com Gabriel.

Uéliton e Michel, mesmo sem brilho, deram conta do recado lá atrás. O primeiro ainda chegou à frente com qualidade, aproveitando a boa impulsão e subindo pra cabecear com perigo. Michel levou perigo ao arriscar um bom chute de fora da área e, aos 23 minutos, foi substituído por Marcelo Nicácio, cujo único lance de que participou foi um chute fraco nas mãos do goleiro do São Caetano.

Levando-se em consideração a faixa de campo em que atuou, achei que Leílson fez uma boa partida. Auxiliou Gabriel na marcação e chegou no ataque obrigando o goleiro do São Caetano a praticar boa defesa. Também driblou em direção à linha de fundo e cruzou pra Marcelo Nicácio desperdiçar. Já Pedro Ken, apesar de boa jogada que resultou na expulsão do zagueiro adversário, no geral, esteve isolado e, assim como o restante do time, também não fez uma boa apresentação.

Pra variar, outro que também não correspondeu: Marquinhos. Ainda no primeiro tempo, teve em seus pés a melhor chance do Vitória no jogo, porém, apesar de sair na cara do gol após passe de calcanhar de Neto, acabou chutando fraco e sem direção. No segundo tempo ainda teve outra chance, chutando de fora da área, mas foi travado pelo zagueiro adversário. Fora isso, não dialogou com Nino e errou diversos passes. Neto Baiano se despediu do time com uma apresentação discreta. Esteve muito isolado durante todo o tempo e, de produtivo, apenas um excelente passe de calcanhar (que Marquinhos desperdiçou) e uma falta bem cobrada no final do 1º tempo, que obrigou o goleiro deles a se virar nos trinta. Tartá entrou em seu lugar e também nada acrescentou.

Como venho dizendo há alguns jogos, enquanto não se resolver o problema da carência de bons jogadores, principalmente para a lateral esquerda e para o meio-de-campo, Carpegiani vai sendo obrigado a dar seus pulos, improvisando e fazendo experiências. Espero que a diretoria do Clube não espere o pior acontecer pra tomar providências.

Numa partida disputada entre duas das melhores defesas da Série B, acabou prevalecendo mesmo o sistema defensivo de ambas as equipes. Resultado: um jogo tecnicamente muito fraco e poucas oportunidades de gol dos dois lados. O Vitória, apesar de jogar boa parte do segundo tempo com 1 jogador a mais, não soube tirar proveito da superioridade numérica. De todo modo, somou mais um ponto, e já neste fim-de-semana, a depender do saldo de gols (e da derrota do Criciúma), o time pode, finalmente, dormir na liderança.

Vamos que vamos! Sexta-feira é dia de defender a invencibilidade do Barradão em 2012, contra o Bragantino, time da terra da linguiça. Então, já que eles gostam tanto, vão sair daqui com um caminhão cheio…

Anúncios

4 Respostas to “CANELADAS SEM INSPIRAÇÃO”

  1. Etiene Falcão Says:

    Sêo Françuel, bela leitura da peleja.
    Tem um cara lá do trabalho (que se diz Vitória, mas que eu só vejo criticar o time) que tá esculhambando Leilson. Diz ele que “só no Vitória, perna de pau da base tem moral no time profissional”.
    Eu falei para o torcedor desprovido de inteligência:
    “Xibungo, o cara fez dois gols decisivos (o contra o atlético foi da categoria a la Adriano das Putas, quando ainda no Curinthians contra o Atletico MG), deu passe na medida para gol, chutou ao gol, se fode subindo e descendo para ocupar os 100 metros do lado esquerdo e vc ainda vai pegar no pé do cara? Deixe de tumulto! E se a sua vontade de reclamar for maior do que apoiar, reclame com a diretoria que ainda não contratou um lateral descente e prejudica o time todo”

  2. Marcio Melo Says:

    Eu sabia que não ia vencer, o time começou jogando bem, tocando a bola tudo muito tranquilo para ser Vitoria.

    Quando chega o segundo tempo um jogador do São Caetano é expulso e isso só me fez querer apitar o fim da partida.

    Quando tudo está errado e mal é que o Vitória vence, já sabemos como é hehehehe.

  3. Iuri Says:

    Muito técnico, mas entendi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: