Voltando com gosto de querosene

Como não quero nem vou concorrer ao prêmio Belfort Duarte, faço igualmente aos zagueiros de antanho (alô, Xaxa!) e entro logo de sola. Afinal, num estou aqui para amassar barro pra faraó. Assim, sem medo de errar, profetizo logo: Neste último domingo, o Vitória estreou em seu Santuário contra a equipe mais desqualificada deste Valerão/2012.

PUTAQUEPARIU A RUINDADE!!!

Aquela agremiação de Juazeiro é tão ordinária que me lembrou o Estrela de Março nos seus piores momentos. Para que você que não foram tenham uma idéia, eles chegaram ao Estádio sem médico, com súmula rabiscada com caneta bic e um goleiro que…rapaz, que disgrama é aquela? No baba na praia de Amaralina, aquilo não tem condições de ficar nem na reserva, que é pra num dar azar.

Portanto, os 6×1 no velho placar, digo datashow do Barradão, ainda saiu barato. E nem venham com esta conversa mole de que ainda estamos em início de temporada, pegando ritmo e outros salamaleques hodiernos. Nécaras e nada. Tem é que brocar. E ponto.

E mais. Este negócio de ficar tergiversando é pra sardinha. Aliás, a time favorita da imprensa calhorda (desculpe a redundância) está usando esta desculpa esfarrapada de arrumação na pré-terporada. Mas, é como bem disse um filósofo ontem na saída do Barradas. “Elas ficam se penteando, passando blush, batom e dizem que ainda estão se arrumando. Do jeito que vai, o campeonato acaba e elas num tem tempo nem de vestir a calcinha”.

Touché!!!

Mas, deixa aquela injúrias no lugar que merecem, o anonimato, e vamos falar de jangada, que é pau que bóia.

Seguinte é este.

Nem tudo foi ruína na tarde deste domingo. Existiu também esboço de construção. Em relação ao ano passado, por exemplo, quando estreamos perdendo em Casa para o fraco Colo-Colo, que acabou rebaixado, houve um avanço considerável. É óbvio que não estou falando apenas dos três pontos, não. O fato a ser destacado é que, pela primeira vez nos últimos anos, o Vitória abdicou da estratégia de puxador de carros, isto é: parou de fazer ligação direta.

Outro ponto positivo foi a atuação de Arthur Maia. O domingo ficará marcado como sua primeira partida no profissional em que demonstrou personalidade e qualidade – e não apenas máscara. Talvez entregá-lo a camisa 8 tenha ajudado. Gabriel demostrou que é hoje nosso único-melhor zagueiro. (Já havia cantado a pedra para um amigo que Victor Ramos não retornaria). Outro da base que não comprometeu foi Dimas, na lateral direita (ala é a puta que o pariu). Ainda assim, naquele setor, prefiro o menino Romário. Já Dankler, jogou um futebol tão enrolado quanto seu nome. Por falar em nomes e rimas, Mineiro foi meeiro.

Dos antigos, destaque negativo para Rildo, que precisa tomar dois cascudos urgentes pra ver se para logo com aqueles desnecessários chiliques. Já Neto, como direi?, continua o mesmo. E não preciso falar mais nada para que todos compreendam. Basta informar que, apesar dos três gols, ele deveria ser processado por depredação do patrimônio, pois arrancou metade da grama do Estádio ao bater o pênalti mais esdrúxulo da história do Barradas.

Que mais?

Saci, apesar de ter uma perna só (e isto não é trocadilho) mostrou que sabe, ao menos, bater na criança. Vira o jogo com precisão. Lúcio Flávio fez um golaço, mas continua com uma preguiça de fazer inveja a Bida. Quanto a Uelliton, encaixa-se com perfeição no axioma romariano. Qual seja: calado é um poeta.

E, por falar em silêncio, foi exatamente o que Uelliton mereceu de minha parte – até porque gols não depuram caráter. E respeito é bom – e o torcedor que se respeita gosta.

Fui, mas voltarei, com gosto de querosene. E sem comer agá de seu ninguém, pois não sou Dona Otília, de Cafarnaum, que escrevia Otel com Ó.

Anúncios

17 Respostas to “Voltando com gosto de querosene”

  1. Flávio Gustavo Says:

    Assino em baixo seu Franciel… esqueceu de colocar que além dele arrancar meio metro de grama, ele quase me acertou na arquibancada, e se acerta meteria um processo nele!!

  2. Marcio Melo (@marciosmelo) Says:

    Não man, o penalty eu vou liberar a canelada de Neto Baiano porque o nosso gramado tá demais, a bola subiu um metro só com a pisada do pé de apoio do seu centro-avante querido.

  3. Antonio Luís Castro Araújo Says:

    Eu diria que ele quase me acertou aqui na cidade onde moro Caucaia – Ce.

  4. Roger Says:

    Uelligton e Cia estão fazendo do Vitória “casa de mãe Joana” há muito tempo e, infelizmente, nossa torcida que se organiza pra quase tudo não o faz para tirá-los do clube! Dentre Neto Coruja, Neto Baiano, Nino e Uelligton, os últimos dois são os que mais estão sem clima para permanecerem na equipe e a cada dia que passa a imagem do Esporte Clube Vitória se desgasta nacionalmente pelas atutudes desses jogadorzinhos, que não respeitam a entidade e a torcida que mais engrandeceu o futebol do nordeste nas últimas duas décadas! Conclamo a nossa organizada de maior nome a se posicionar acerca das declarações de Uelligton não permitindo, assim, sair vencida dessa história e honrando, por consequência, o nome que ostenta de “IMBATÍVEIS”!!!

  5. Saulo Daniel Says:

    Olha o véio França de vórta! Só lembrando que a estreia (sem acento) não foi domingo, foi quarta-feira, mas neguinho não quer nem saber! Só pega a zorra do pergaminho para escrever quando o time ganha do time da mulher que foi largada pelo Belo. Tá parecendo o Pedro Bial, só divulga o que quer! Mas, inda assim, o escrito valeu a pena! (trocadilho intelectual)

    • Franciel Says:

      Ô, sacana, deixe de pressa e leia com cuidado. Eu falei o seguinte, ipsis litteris. “o Vitória estreou em seu Santuário”.

      O jogo contra o Feirense, pelo que me consta, não foi no Santuário. Ok?

      E não ia comentar um jogo que não vi, pois a sua TV Jahia fez o favor de não transmitir. E não escuto mais partida pelas “rádias baianas”.

      OK?

      • Saulo Daniel Says:

        Putzz, seus escritos têm ânimo doble! Ficou parecendo que você estava falando da estreia do Vitória, que teria acontecido no Estádio Mano(u)el Barradas. Apresento minhas escusas por ter lhe chamado de Pedro Bial, sei que peguei pesado, e pra lhe fazer bullyng, já basta o espelho! E outra… para quem já não gosta de Silvio Mendes, Djalma Costa Lino e cia, ouvir Thiago Mastroianni e Serapião dá uma saudade de Ivan Pedro!

  6. Deivid Says:

    Seu Françuel, tô morrendo de felicidades que você voltou para esta “chimbança”…

    Seja bem vindo de volta! Estávamos com Saudades dos seus textos!

    BRILHANTE!

  7. Anrafel Says:

    “… parou de fazer ligação direta”. Huuuummm …

    Intuo devaneando.

    Pela conclusão de sêo Franciel e por alguns trechos de jogos que vi este ano, inclusive da Copinha, dá para perceber (ou não) o seguinte:

    Não adiantava o Barcelona sapecar uma piaba no Real Madrid a cada 15 dias, ganhar do Manchester e Milan fora de casa. A imprensa tacanha (um pleonasmo redundante) e os entendidos idem só depois daquela micro-goleada (poderia ter sido o dobro) no timeco do Santos se convenceram de que futebol se joga a partir da aplicação obsessiva dos fundamentos do domínio de bola, do passe e do constante deslocamento. Vamos ver até onde vai essa ‘descoberta’ (como é que bota em itálico?).

    Já Neto Baiano tem como modelo Elano e André Santos.

  8. Itajaí Santiago Says:

    Vou nessa com Franciel. Estreamos, gols não depura carater Uelinton. O que ele falou domingo e segunda feira em uma entrevista me surpreendeu. O cidadão disse que não deve satisfação a torcida e sim a quem paga ele. E disse que queria jogar em um clube grande, de massa. Ai ele se superou. Que aberração. Talvez é AP que o paga. No mais é desejar que ele sipique logo.

  9. Canijah de Moreré Says:

    Você precisa ir às Alagoas e assistir Túlio Maravilha (CSE) e Aloísio Chulapa (CRB) no maior campeonato de vídeo cassetadas do Brasil. O Sport de Atalaia (apenas atrás do CRB na tabela), clone do Leão pernambucano, dirigido pelo meu tio Zé Maria, vem prometendo conseguir uma vaguinha na Copa do Brasil. Quem sabe teremos encontro de Leões pela frente?

  10. Jorge Bassu Says:

    Deixa de preguica seu menino, nao ta vendo que essa emissora tem uma imensa audiencia e precisa de sua constante presenca??
    Como vai indo os planos para gringolandia?
    Um abraco

  11. Saulo Daniel Says:

    Em tempos hodiernos desfrutar do emérito Fransuel tecendo comentários sobre futebol é tão raro quanto ver o Anderson Silva aparecer na TV lutando MMA. Festejemos o retorno do Dorival Caymmi de Amaralina!

  12. J Mocota Says:

    FRANCIEL!!!

    Que bom que você voltou.

    Quer dizer que Neto Baiano continua o mesmo?

    Você esta querendo afirmar que como em 2009 e 2011 ele será mais uma vez o artilheiro do Leão?

    Que massa!!!

    Mocota fica super feliz por saber disso. Sabia?

    Então vamos dar um viva a…

    NETO ARTILHEIRO BAIANO!!!

    Plac, Plac, Plac…
    ————————————————————-

    Franciel, o que você achou do Vitória na primeira página do GE, no Fantástico e em vários e vários sites relacionados ao futebol devido aos três gols de Neto Artilheiro Baiano?

    Pena que não saiu nada do chute bizarro…

    ———————————————————

    Quanto a Uelinton é aquela velha máxima…

    “Se veio da base e é bom, para boa parte da torcida não presta.”

    Franciel, é uma pena ver você tá fazendo parte deste coro. Sabia?

    Um dos seus melhores textos foi justamente quando você defendeu Elkeson.

    Caro Franciel,

    Uelinton esta sendo injustiçado. Leve fé.

    Pare e avalie o retrospecto dele em campo e tente lembrar quantas vezes ele já teve o seu reconhecimento e da maioria que frequenta o Barradão.

    —————————

    Caramba!!!

    – Chumbinho diz que não viu nada demais na declaração de Uelinton.

    – Cerezo bota o Uelinton de titular;

    – Uelinton joga um partidaço e faz DOIS gols!!!

    – Mas, infelizmente, muitos torcedores estão de calundu por que Uelinton disse que JOGARIA até no jahia para sustentar a família.

    Franciel, não seja contagiado pelos corneteiros…

    Com uma frase que Uelinton disse, quem deveria ter ficado revoltada era a torcida do jahia e não a do Vitória.

    Concorda?

    Avante Leão!!!

    • J Mocota Says:

      * Com a frase…

    • Franciel Says:

      meu velho, seguinte é este. Como o velho jack já saiu d e moda, vamos à moda de Tonha Açougueira. No facão.

      Bom. Antes de tudo e de mais nada, não guio minha opinião pelo que sai na grande mídia.
      Porém, peço que não sofisme. O pênalti bizarro de Neto foi tema nacional, sim. A não ser que você considere que o UOL, maior portal do país, não valha. Só vale o que serve para sustentar suas opiniões. De todo modo, já que você se guia por este noticiário, refresco sua mente.
      Receba.

      http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/baiano/ultimas-noticias/2012/01/22/neto-baiano-erra-penalti-bizarro-faz-tres-e-comanda-goleada-do-vitoria-bahia-perde.htm

      Quanto a Uellinton, é silêncio. Como disse, não são dois gols neste baianinho que irão lhe depurar o caráter. Para refrescar sua mente, este mesmo jogador inventou uma contusão para não viajar a baureri e recebeu , de Experimentalgiani, a seguinte cortesia: Mau caráter. É reincidente.

      Quanto aos jogadores da base, nada contra. Muito pelo contrário. POrém, não vou ficar abanando carvão molhado. Sou, ou procuro ser apenas justo. Gabriel, por exemplo, tem vaga no meu time. Dankler, ainda não. Simples assim.

  13. Fábio Monteiro Says:

    Que bom o seu retorno Franciel. Voltarei a comentar neste maravilhoso Blog. E adorei a resposta que vc deu a Mocota. rsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: