A ver (novas) estrelas

Esta província da Bahia se vende, de forma literal e sem o mínimo pudor, como uma cidade-verão. Porém, neste domingo, a chuva caía de forma inconsequente desde as primeiras horas da madruga, insistindo em contrariar os dogmas da Bahiatursa e dos outros órgãos de enganar turistas, otários e afins. 

Oquei, minha comadre, tenha sua calma. Já vou encerrar este papo meteorológico. Relatei o episódio apenas para informar que, apesar do dilúvio, desci a pirambeira rumo ao Parque Sócio Ambiental para presenciar a peleja entre Vitória x Santos.

“Oxente, Sêo Françuel, e qual é a novidade? Afinal, o senhor abandona afazeres e compromissos até no Dia dos Namorados para ver Vitória x ABC pelo Nordestão, quanto mais…”, resmunga, com reticências, a moça do shortinho gerasamba, que andava mais sumida do que dinheiro em meu bolso. 

É fato que a sacaninha tem alguma razão. O que ela não sabe, porém, é que existe um outro motivo, digamos assim, transcendental que me leva ao Barradão.

Como assim? Já explico. Seguinte é este.

Os times de fora do grande Eixo-Sul-Sudeste são como os bordéis de ponta de rua: Só conseguem trazer para suas hostes as putas velhas. A verdade que salva e liberta é a seguinte: Somente depois que esbanjaram suas volúpias e saúde nos grandes centros é que as estrelas do pebolismo e da cama finalmente deslocam-se para os clubes periféricos. O desembarque aqui só se dá quando as pernas cheias de flacidez (e histórias felizes) já não mais lhes obedecem. Todos assim sofrem. E desta lei da natureza do livre(?) mercado, ninguém tem isenção.

Antes que alguém venha me acusar de conformismo, digo que vou ao estádio não (apenas) para ver as estrelas promíscuas que já rebolaram nos mais diversos gramados e hoje pisam no solo sagrado de meu time. Nécaras. O inverso é o verdadeiro.

Tal e qual o nonagenário de Memória de Minhas Putas Tristes, de Gabriel Garcia Marquez, eu vou ao Barradão sempre na esperança de encontrar aquela estrela do Ludopédio que exale a pureza de quem ainda não foi conspurcada. É uma quase vingança diária. Eu sei que a vedete não ficará em minha agremiação, porém eu fui o primeiro a vê-la e tê-la.

Hoje, por exemplo, quando todo o Brasil se verga para um David Luiz, relembro que há pouco mais de três anos ele era um (quase) anônimo que só os torcedores do Esporte Clube Vitória, digamos assim, usufruíam. E ele foi só nosso durante 55 jogos e sete gols. 

E ontem, eu dizia lá no início, desci ao Barradão para ver Vitória x Santos não apenas pelo jogo em si. Pouco me interessava a vingança do jogo final da Copa do Brasil, até porque o santos e a taça não existem mais. O tão temido peixe de duas semanas virou uma pititinga. Então, eu fui ao Estádio, mais uma vez, possuído pelo espírito de Lion, o líder dos ThunderCats. Traduzindo para os incultos que não assistem desenho animado: espada justiceira e visão além do alcance para ver a nova virgem que estrearia no Santuário. E o guri de 19 anos e sobrenome estranho, Henrique Almeida Caixeta Nascentes, não me decepcionou: Guardou dois na caixeta e me vingou dos riquinhos do futebol. Novamente, antes deles, mais uma vez, vi nascer uma nova estrela com a camisa do Leão.

E, às vezes, estas glórias e vinganças me bastam.

P.S. 1 Ah, sim. E este lateral Eduardo não é calculadora, mas veio para somar.

P.S.2 E DEDINHO Cecílio (Royalties para Ernandes Pereira), mais uma vez, botô pra vê taúba lascá ni banda.

Anúncios

18 Respostas to “A ver (novas) estrelas”

  1. Logan Says:

    Afinal, esse Henrique foi comprado ou emprestado junto ao São Paulo?

  2. essa bosta toda Says:

    motivo que o http://www.vitorianobarradao.blogspot.com fez um video pequeno contra o botafogo http://www.youtube.com/watch?v=lGn0D6Zva0c

  3. Jair Says:

    Franciel,
    As misérias ressentidas de Itinga e as putas do cais do porto de Santos estão lascando você em banda no Terra Magazine.

  4. Beijoca Says:

    O sr. libera o anel de thundera depois que pega na espada justiceira?

  5. Rizho Says:

    As carnicinha ganharam uma hein? Somando ponto pra não cair! E ainda querem falar da religião BAEEEA! Quanta mediocridade…rsrs

    • Victornyo Says:

      A carniça perdeu uma hein? Mantendo a tradição… Normal.

      E ainda querem falar do Esporte Clube Vitória… Quanta mediocridade. =/

  6. Ed Mão Says:

    Irecê, ok o cara jogou bem, mas quando o cara for embora? O Vitória tem que olhar agora com cuidado a garotada do sub-15, depois do título vai aparecer um bocado de urubu pra levar pro sul “maravilha” ou pra fora.

    • Franciel Says:

      Mão, mas a fuga é quase que inevitável. O que tento dizer é que, às vezes, ver um craque jogando pelo Vitória antes de atuar pelas carniças do Sul/Sudeste, já é uma espécie de vingança. Se ligou??

  7. Deivid Says:

    Galera, presto serviços a Petrobras, que está com uma promoção legal, e fizeram um ótimo vídeo sobre o Vitória…

    Vejam aí:

    http://www.brasileiraopetrobras.com.br/

  8. Rizho Says:

    Lelilão do Barradão? Alexi Portela (Portela? ai ai ai ui ui) devia pagar pra alguém ficar com aquela bagaça lá! Quem quer jogar literalmente seu dinheiro na lama…ou no lixo? rsrs Aquilo fede, velho!!! Sério não sei como vocês aguentam aquilo…
    Ah propósito…viram o complemento da pesuisa do IBOPE sobre as torcidas. Somos a MAIOR torcida da Bahia! A segunda é a do Vic…não não dessa vez não é a do Flamengo. Que vergonha…perdendo pra time de fora? Eu até queria que vocês fossem segundos nessa. Por dois motivos: primeiro pq time de fora tem mais é que sifudê. Segundo….é sempre vicetória! rsrsrsrs

    • moises Says:

      todo bahia que conheço também é flamenguista. deve haver algum ato falho do subconsciente aí, esse desejo oculto de ser rubro-negro. isto explica a “pesuisa” e talvez explique sua paradoxal alegria (senão peça ajuda a um certo sigmund).

      religião é mesmo uma merda, faz com que as pessoas se contentem com quantidade com se algum dia isto se reverta em qualidade…

      …sem contar esta insistência em violar o vernáculo (baêa?)

    • Otto K Says:

      Só se for a maior torcida gay da Bahia.
      E o Barradão só tem lixo poucos dias do ano – e na arquibancada, que é quando a torcidinha medíocre do VICE de itinga aparece lá. Mas sempre bem pouquinho.

      • Rizho Says:

        primeiro deixe-me esclarecer: não sou flamenguista, ODEIO o flamengo e quero que todos os times de fora se lenhem. Menos contra Uvice, é claro! hehehehe deixtorcida gay é das leoas, quem é que anda de 4?

  9. Beijoca Says:

    Me dá o placar?

  10. BBMP Says:

    a pergunta q não quer calar o q é q o vitoria tem mais do que todos os outros times??? …….Lixo e vontade de ser campeão em um campeonato de expressão….. a e gaia…rsrs time de P….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: