Reflexões sobre o Verbo e a Verba

Na minha extensa nominata (recebam) de defeitos não se inclui a subserviência. Ao contrário. Sempre acreditei que a rebeldia era (e é) mola propulsora para mudanças. Porém, por dever de consciência, sou obrigado a começar este texto fazendo um elogio a alguém que detém poder. Seguinte é este. O atual presidente do Vitória, Alexi Portela, tem desenvolvido um bom trabalho no comando do Leão nos últimos anos. Mais do que isso. É preciso ressaltar sua coragem e abnegação quando o Leão estava na cova, habitando os porões do futebol brasileiro.
Não reconhecer tais fatos,  seria ingratidão – e esta também não faz parte da lista de meus inúmeros defeitos.

Bom. Feitos estes necessários prolegômenos (matem um prolegômenos na torácica e distribuam), vamos falar de jangada, que é pau que bóia.

A verdade que salva e liberta é uma só. Se é fato que o presidente possui os méritos citados acima, também é notório que nos últimos tempos ele tem vacilado de forma quase que incompreensível.

Em nome da inflexível e burra ditadura (desculpe a redundância) financista, ele tem colocado em risco o desempenho (inclusive financeiro) futuro do Rubro-Negro. É fato que com este rígido orçamento chegamos à final da Copa do Brasil, porém tal façanha se deu por uma série de fatores (a exemplo de chave fraca, força descomunal do Barradão e sorte) – e não por conta de planejamento. Aliás, o próprio presidente em entrevista ao meu amigo Eliano Jorge confessou “que não se preparou pessoalmente para ser o comandante de um eventual título nacional do clube de 111 anos”.

Aliás, é isso. Creio que pior do que o aprofundamento da estúpida política economicista, tem sido as entrevistas de Alexi Portela. Seu maior erro tem sido com as palavras. E com palavras não se brinca. Não é à toa que na própria Bíblia há a sentença de que no princípio era o verbo. E verbo (também) é ação.  

E em verdade lhes digo: as últimas declarações do presidente têm sido de uma infelicidade ímpar. Parece aquela coisa de “falar demais por não ter nada a dizer” (Roiyelties para Renato Russo). Uma hora, ele ocupa os microfones dizendo que vai trazer com urgência, “ainda esta semana”, reforços para vestir a camisa. Em seguida, diz que não vai fazer nada apressadamente, como se o tempo não estivesse  a urgir e rugir. 

Estas contradições, porém, são até aceitáveis diante da pressão que ele tem sofrido. O que não se pode aceitar é que ele ocupe o microfone das rádios para semear pessimismo, em nome de um tal realismo. Sim, porque uma coisa é reconhecer que o Brasileirão é um campeonato difícil, disputado de forma desigual. Outra, completamente diferente, é jogar a toalha antes mesmo das batalhas, como ele fez ontem na entrevista ao radialista Mário Freitas.

E nem venham dizer que ele está sendo coerente e que disse isso porque não quer enganar o torcedor. Nero ar. Se assim o fosse, ele não teria dado (lá ele) outra entrevista recentemente dizendo que quando tivermos mais sócios, coisa de 35 mil, podemos cobrar títulos. É óbvio que mesmo com 35, 40,50 mil sócios a conquista de títulos será extremamente difícil.

O que não se pode aceitar, repito, é que o comandante passe mensagem de desânimo para a própria tropa. Afinal, com que espírito este grupo esforçado, mas limitado, entrará em campo quando o presidente já disse que não almeja vôos mais altos.

Francamente.

Então, presidente, creio que já passou da hora do senhor colocar em prática as suas próprias palavras, ditas no dia 10 de dezembro de 2009, em entrevista ao jornal A Tarde.

 ATEC – Como fazer um time competitivo em 2010 com a redução na receita anunciada pela diretoria?

Alexi Portela – Quando eu falo em redução orçamentária, não é diminuição na receita. Muito pelo contrário. Em 2010 nossa receita será maior que este ano. A redução que falo é em gastos com jogadores de forma exagerada como fizemos. Mas é claro que vamos montar um time forte. Nós vamos priorizar e gastar acertando no alvo, com o mínimo de erro possível.

Time Forte? Acertando o alvo? Como assim, presidente?

 Então, para encerrar esta prosa, eu lhe pergunto: Como é possível harmonizar tais declarações com as proferidas ontem, quando o senhor reconhece que Renato não rendeu o esperado, mas não diz se vai liberar o referido; Que Sherec recebeu uma proposta melhor do Ceará, porém preferiu ficar no Vitória (quem acredita nisso?) ou pior de tudo: que aquele lateral-esquerdo, que nem ouso mais dizer o nome, pertence ao BMG, mas que fica no time.

VÁ MATAR O DEMÔNHO!!!

Diante de tudo isso, um amigo religioso me disse que só resta rezar. Quem é de rezar, que reze. No entanto, como sou agnóstico, acho que além de orações, cabem gritos de incentivos aos atletas e gritos mais altos ainda de cobrança por mudança de rumo.

P.S Entendo que hoje, mais uma vez, devemos ocupar as arquibancadas para apoiar o Leão na peleja contra o Galo.  porém, sem esquecer do futuro, já que o mundo não se resume a apenas uma partida.

Anúncios

10 Respostas to “Reflexões sobre o Verbo e a Verba”

  1. Victornyo Says:

    Concordo… Ele pode até ter certeza disso! Mas nunca ir a público dizer.

    Mas… Diferente da grande massa.. Sim, o time precisa de reforços (laterais e zaga)… NÃO! O Elenco não é fraco.

    Fernando é melhor que Bida

    Neto Coruja e Ricardo Conceição são bons reservas prá Uelington e Vanderson.

    Na meiuca os titulares são Elkesson e Lenilson!!! Sendo que Ramon deve ser o reserva de Lenilson e se Renan Oliveira confirmar o bom futebol esperado, é o reserva prá Elkesson, ou titular no lugar dele, e se não confirmar, Maia tá ai…

    No ataque, precisamos testar Edson, esperar a volta de Adailton, e testar mais vezes menino Bambam… POR QUE DIABOS JACSON TA SENDO RELACIONADO???? Alem disso, menino Renan Oliveira joga “peralí” também.
    __________________________________________________
    Largue no blog de Larissa por esses dias, reparem:

    “Acho Larissa, que o Vitória precisa de reservas prá Nino, Egídio e Wallace. Mas não acho que a gente não tem reservas, acho sim que o elenco é mau utilizado, assim como foi em 2008 e em 2009.

    Vamo lá…

    Em 2008, tinhamos jogadores como Heverton, Marco Antonio e Muriqui, que são bons jogadores, mas não eram usados. Muriqui e Marco antonio chegaram a entrar em alguns jogos e não renderam, mas tem jogadores (vide Fábio Ferreira ano passado) que precisam de sequencia prá render.
    Ao invéz de usar esse jogadores, estouramos Marquinhos, viciamos o time em Willians, e estouramos Ramon, perdendo varios jogos por falta deles, e não extraindo o potencial dos jogadores e dos salarios pagos.

    Já em 2009, tinhamos Rafael Granja, que ganhou notoriedade e foi contratado pelo Vitória como meia! Só jogando na lateral, sem poder mostrar seu real potencial (sendo pouco ou muito, não sabemos).
    Tinhamos Nino, também só utilizado quando precisava, sem ter uma sequencia, sem entrosamento, sem ritmo.
    Outro exemplo foi Elkesson, utilizado e queimado no ataque, sendo que ele é meia de origem, e rende mais por lá (vide: 2010!!!)
    Alem de Gil, C.Alberto, Magal, Reniê, Robert, Itacaré e Edson, tambem não utilizados.

    Nós não podemos contar com um jogador que nunca jogou, temos que testar os atletadas durante os jogos, colocando eles prá alem de descançar os titulares, saber o que temos em mãos, e saber se podemos ou não confiar neles.

    E temos que fazer essas experiencias, principalmente no baiano. Se tivessemos jogado mais com Arthur Maia, Rafael na meia, Elkesson na meia, Edson e M. Pimentel, talvez não teriamos Ramon e Junior exaustos nas finais do Baianão e Copa do Brasil, talvez tivessemos um reseva bom prá Nino (se M.Pimentel passase a mostrar qualidade, como F.Ferreira ano passado. obs.: Foram ele e Shwenck, ele não voltou…). E talvez também, não estariamos cobrando tantos reforços…

    Acho que, tirando as laterais e a zaga, nós temos SIM reservas do meio prá frente, só que são mau utilizados…

    O TITULAR na meia é ELKESSON!!! QUem vai sair eu não sei, mais ele tem que jogar ali…

    Lenilson é o reserva de Ramon, ou vice versa…

    Adailton? KD Adailton? Melhor do que Berola…

    Edson é o reserva de Junior…

    O reserva de Bida é Fernando!!! (Acho que com os jogos, ele ganha a vaga de titular)

    AInda temos Maia, sem ser testado, Rafael na meia sem ser testado, BamBam, sem ser testados ALGUMAS VEZES.

    Esse time, como o de 2008 e 2009, é bom sim! Eu acredito nisso.. E acredito também, que estamos cometendos os mesmo erros de 2008 e 2009, não usando o elenco…

    E isso vai gerar a vinda de mais jogadores, a saida dos atuais, e o sucesso destes em outros clube, depois, a gente vai criticar o clube.”

    E tenho dito.

  2. Anrafel Says:

    Declaração de dirigente só não é pior do que declaração de jogador. A propósito, no que concerne ao assunto em pauta, acho que foi Nino Paraíba quem chegou na televisão e falou algo como “não tomar muitos gols lá em São Paulo”.

    Lições de auto-desajuda.

  3. Marcio Melo Says:

    E o sacana do Shurec brocou hoje seu Franciel. Só pra melar o seu texto hahahaha

  4. LiAo Says:

    hehehe
    um blog comentou que conseguiu a vitoria com gols de quem menos esperava hehehe
    mas o time foi guerreiro… muito guerreiro… parabens… assim q gosto de ver meu vitoria… assim é o verdadeiro vitoria!

  5. Anrafel Says:

    Bom também seria dar a devida dimensão ao futebol de Júnior e evitar os deslumbramentos de praxe. Shwuerenck nãó tá comendo nada disso e resolveu entrar de sola na jogada.

  6. Deivid Says:

    Seu Françuel, eu sou um homem otimista, mas você tem uma virtude que eu não tenho, você é super-empolgadíssimo… e isso é muito bom, mas talvez tenha um lado ruim…

    Não vi nada demais na entrevista do Press… afinal ele não falou nada além da mais pura e cristalina verdade… ou será que é melhor vivermos numa utopia?

    O fato dele falar que o Vitória não tem time pra ser campeão, não quer dizer que com garra, superação, força de vontade e um milagre o Vitória não possa ser campeão…

    A política de AP é pés no chão… Não adianta, ele não vai mudar isso… e eu sinto que ele está corretíssimo, quanto a isso, pois se não fosse por isso estariámos no melhor das hipóteses, igual ao nosso rival morimbundo… E isso é igual a nossa vida, quem dos leitores vive gastando 10X mais do que ganha?

    Pode até viver por dois meses ou três, mas não passa disso… e o Vitória já teve seu tempo de viver assim…

    Quem no alto de suas dívidas, sem ter conseguido controlar seu orçamento, vai fazer uma viagem pra Disney, com a família toda, só porque o vizinho da frente o fez?

    A questão de contratar errando o mínimo possível já tem sido tentada… mas é quase impossível… já melhoramos muiiiiito comparado ao ano passado, que tínhamos 40 no elenco… Estamos no caminho certo, nossa renda aumenta a cada ano, e com um pouco de paciência e fé vamos colher os frutos…

    Aliás já estamos colhendo!!!

    Estamos na elite a 3 temporadas, agora já temos cota full da tv…
    Retomamos nossa hegemonia local…
    Chegamos mais uma vez a final de uma competição nacional… e EU ACREDITO que vamos ser campeões pois nosso time não é de estrelas, é de guerreiros!

    Hoje li uma frase de Martin Luther King que tem tudo haver conosco!!!

    “Mesmo as noites completamente sem estrelas, podem anunciar a aurora de uma grande realização.”

    AVANTE VITÓOOOOORRRRIIIAAAAAA!!!!

    • Franciel Cruz Says:

      Deivid, meu velho, não é questão de otimismo.

      Se você me perguntar se o Vitória tem o melhor time do Brasil, é óbvio que vou lhe responder que não. Não vivo de utopias, ao contrário do que você falou.

      Agora, se você me perguntar se este mesmo time tem chance de ser campeão, sem titubear, eu lhe digo: tem sim. Além de continuar demonstrando esta garra inexcedível, basta qualificar o elenco. E não precisa gastar muito , não. Basta ter coragem. Por exemplo. Muruim não joga bola. É fato. Então, tente alguém que reconhecidamente é um jogador mediano há várias temporadas, tipo Vicente ou Márcio Careca. Não exigo craques, nem vou pedir que contrate carlinhos do santo André, que na minha opinião é o melhor da posição do Brasil. Mas, tem que ter ousadia.

      Mas, derivo.

      Minha crítica fundamental a Alexi Portela, a quem reconheço muitos méritos, conforme destaquei no início, é este espírito de derrotado.
      VÁ MATAR A MÃE DO DEMÔNHO!!!
      O comandante não pode baixar assim a moral da tropa. Como é que porra vai se exigir algo dos jogadores (que têm dado (lá eles) mais do que podem), se o presidente diz que não estamos para disputar título?
      Que porra é esta?
      È óbvio que ele poderia falar de forma diferente. Dizer que o campeonato é o mais disputado do mundo, que há forças poderosas, mas que ele faz muita fé no time – não o contrário, como ele tem feito insistentimente.

      E repito. Isso não é realismo. É síndrome de vira-lata.

      Além disso, ele ainda vem com a conversda mole de que com 35 mil associados podem cobrar título. Me faça um caldo de cana contaminado. Como é que se vai conseguir 35 mil associados se não se faz nem um campanha na mídia decente e o presidente do clube diz que não disputa o título. Aliás, na entrevista para meu amigo Eliano, ele disse que nunca se preparou para conquistar título nacional.

      ME FAÇA OUTRO CALDO DE CANA CONTAMINADO, que é pra ver se curo a ressaca.

      Mas, independentemente de tudo isso, meu time, mesmo com todas as limitações, tá foda, botano pra vê tauba lascá ni banda,

      • Deivid Says:

        Eu estou te entendendo seu Françuel, se nós não nos valorizar-mos, quem vai nos valorizar né?

        De fato concordo que o nosso Press poderia dar uma mascarada aí… mas a grande verdade é que nenhum time com renda inferior a 50MI foi campeão brasileiro dos pontos corridos…

        Bom, bola pra frente que futebol se joga é dentro das quatro, e não pela boca do presidente…

  7. Bleffe Says:

    Participe da campanha “Música em troca de Fraldas”, que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

    Música em troca de Fraldas

  8. Lucas Mello Says:

    velho vc ta corretisssimo. gosto do senhor wilson, eh uma pessoa seria e respeitada no meio empresarial, mas essa entrevista…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: