Chega de choro e ranger de dentes!!!

Desde a noite da última quarta-feira que ninguém consegue dormir aqui no pacato Nordeste de Amaralina por causa de um espectro que ronda o local: um espectro barulhento da injustiça.

Em uníssono, diversas almas penadas protestam, lamentam e pedem a cabeça do técnico Ricardo Silva. É óbvio que grande parte destes fantasmas apenas repete a ladainha de radialistas escrotos (desculpem a redundância). Porém, existe uma outra parcela de torcedores que exige a saída do comandante do TETRA porque o mesmo não teria estatura para dirigir o Esporte Clube Vitória, especialmente depois do jogo contra o vasquinho de eurico miranda em São Januário.

Hômi, quá; Sinhô, me deixe. Como diria o presidente Lula, é menas verdade, meu povo.

Assim para que a falta de discernimento não continue imperando, subo novamente nesta tribuna em edição extraordinária para fazer o papel de advogado do diabo, isto é de Ricardo Silva. E farei isso com a autoridade de quem solicitou a contratação do referido, mas já no segundo jogo descia a madeira sem dó nem piedade, afirmando, inclusive, que ele estava sofrendo da síndrome de professor pardal, conforme vocêm podem conferir neste texto aqui de janeiro deste ano. (https://victoriaquaeseratamen.wordpress.com/2010/01/21/).

Afinal, ninguém está imune às críticas. Porém, há uma distância razoável entre o salutar exercício da crítica e a simples caça às bruxas.

E, especificamente em relação à peleja contra o vasco, acho que Ricardo Silva tem menos culpa do que parece.

Senão, vejamos.

Diante do esquálido plantel que temos atualmente, existia alguma escalação melhor do que a que foi a campo? Sinceramente, não creio.

Que marcos pimentel (que deus o tenha) é uma carniça, não há dúvida. No entanto, colocar quem? Rafael da Granja era a única opção. E, em São Januário, o sacana mostrou que não serve nem pra reserva de pimentel. E olhe que este não presta nem pra jogar dominó.

Sem Ramon (que já num tá jogando nada), Elkesson e Renato (o substituto), o que fazer no meio de campo? Botar Arthur Maia? Não acho que seria a melhor saída, pois lhe  falta  ritmo de jogo  e inexperiência. O mesmo vale para o irmão de Leandro Domingues, que ainda continua sendo apenas o irmão de Leandro.

Portanto, a formação tinha que ser a que foi, mesmo que Vânderson e Uelliton não se aguentassem mais nem ficar em pé, quanto mais correr. Era preciso, sim,  colocar nas quatro linhas jogadores com experiência.

E, no ataque, haveria outra solução diferente da que ele optou? Também não acredito. Fazia-se necessário mesmo voltar com o Diablo de Cabeça Oxigenada e Berola. A entrada deste era um imperatico lógico, pois precisávamos de sua velocidade para o contrataque.

No momento, qeu Egídio toma o cartão amarelo, o que mandava o prudência? Retirar o jogador, pois era óbvio que o árbitro iria aplicar a regra 826, a da lei da compensação, e expulsar um dos nossos, como de fato acabou acontecendo. Portanto, ao tirar Egídio, Ricardo agiu de forma coerente. Agora, se Rafael da Granja agiu como um zé ruela, que não sabe aproveitar a chance, tem culpa eu? Muito menos para RS.

Mais para frente, quando Berola sai porque se contude ou algo parecido, a lógica manda colocar alguém experiente, que prenda a bola. O problema é que este alguém experiente é xerec (que o satanás o tenha), que ainda inventa de perder o gol mais feito do mundo. A culpe é de Ricardo? Francamente.

“Ah, Sêo Françuel, mas, ele se equivocou todo  tirar Júnior da equipe”, esbraveja a moça do shortinho Gerasamba, que agora inventou até de dar palpites sobre esquema tático.

Como diria Paulinho da Viola, tá legal, eu aceito o argumento. Acho que Ricardo errou a mão ao retirar El Diablo antes dos 20. Porém, até mesmo esta substituição obedece a alguma lógica, mesmo que eu não concorde. Afinal, nos últimos jogos, o Rei da Água Oxigenada já dava sinais de cansaço (a sueca está matando o sacana) e além disso vinha de 32 horas de prisão.

Se eu fosse o técnico, deixaria ele, pelo menos, mais uns 10 minutos. Porém, quem recebe o contracheque e as críticas são Ricardo Silva. E ele tomou a decisão que achava a certa.

Já imaginram se ele deixa o El Diablo em campo e o Vitória perde a classificação porque não tinha um zagueiro para espanar uma bola que sobrou? Ave maria. A esta hora Dona Valéria estaria chorando sobre os restos mortais de seu marido lá no Jardim da Saudade, pois ele seria linchado ainda no aeroporto.

Então, a verdade que salva e liberta é uma só: Tenho muitas críticas a Ricardo Silva, e já expressei as mesmas em alguns textos. Porém, nesta jogo o absolvo. E, ademais, a responsabilidade maior é do nosso presidente, que arriscou tudo com um plantel paupérrimo, conforme ele próprio, de forma digna, já reconheceu.

Portanto, rebain de sacana, o momento é de comemorar, até porque fomos TETRA e estamos nas SEMI sob o comando de Ricardo Silva.

Comemorar e torcer para que, como disse a menina Larissa, a bunda grande de Ricardo Silva continue virada pra lua – não só na Copa do Brasil, mas também a partir de hoje, quando o Vitória tem um desafio da disgrama contra o ferido Palmeiras no Parque Antártica.

Por tudo isso, faço a seguitne conclamação aos Rubro-Negros. Chega de choro e ranger de dentes. Guardem a voz para gritar o incentivar o time, seus putos.

Anúncios

16 Respostas to “Chega de choro e ranger de dentes!!!”

  1. Maurício Minduim Says:

    Porra Seu Franciel, Concordo, e aprecio, a sua opinião em todos os textos, mas nesse vou me permitir discordar!!! O problema de RS não é a escalação e sim a postura do time. Exemplo: O mesmo time do Vitória que jogou em cima do Vasco no Barradão, jogou todo recuado contra o falecido de Itinga. E mais, no último jogo contra o Vasco, ele recuou demais o time e “eu vi a casa fedê a homem”. E aquele Vilson, não joga nem em meu baba, viu!!!!

    • Franciel Says:

      Meu velho, beleza?
      Antes de tudo, massa você ter lembrado do velho e saudoso Irepinga.

      Agora, em relação às discordâncias, nada mais salutar. Afinal, é do atrito que se faz luz.

      Porém, permita-me algumas observações.

      Já na primeira partida contra o vasco, o Vitória só jogou o primeiro tempo. Na segunda etapa achou um gol.
      Em relação à tima de itinga, da mesma forma. Fomos melhor na primeira etapa e conseguimos deixar as injúrias fazer dois no tempo final.

      Na partida em Sao Januário, a mesma coisa. Estive vendo o VT ontem e lhe asseguro. Fora a pressão inicial, dominamos o primeiro tempo. Inclusive, o vasco só exigiu trabalho de Viáfara já nos acréscimos da primeira etapa, num chute de Coutinho.

      No segundo tempo, cansamos, ficamos sem gás.

      Isso, creio, não é coincidência, mas sim consequência de oito jogos decisivos seguidos, tendo no meio (de lá ela) uma comemoraçao por um título.

      Com este plantel esquálido não creio ser possível fazer milagres maiores do que já estamos assistindo. É óbvio que Ricardo tem errado, não há dúvida, mas como disse, o erro maior foi da direção que não qualificou o plantel.

      Abraços e SRN rumo ao título.

  2. felipe Nogueira Says:

    Seu françuel,
    Feito jack, vâmo por partes. Primeiramente, a escalação foi perfeita mermo. Depois, existiam outros jogadores mais nervosos que egidio, para o moçoilo bastava uma chamada a chincha, vanderson por ex. tava muito mais nervoso.
    Outra, trocar seis por meia duzia é fódia, tirava neto e botava um volante pra congestionar a meiuca e não colocar a pereba do baba ,xerek. Depois ter tirado el diablo foi errado, tudo bem que tinha lá ele suas razões, mai ficar sem atacante aos 20min era suicídio.
    Também parecia está sofrendo de ejaculação precoce, substituições muito cedo e de vez, ARATACA DE PREAR, o erro ficou na cara quando el paredon podia ter sido expulso.
    POr tudo que foi dito, ele foi amador em minha humilde e precária opinião. Contudo, sua saída não se justica, mas que aprenda com os erros, permanecendo neles o sonho acaba.
    Bote pra torá dentu (la nele) minininha do shortinho do gerasamba!
    SRN

    • Franciel Says:

      Felipe, beleza? Acho que respondo aos seus questionamentos na mensagem acima.

      Porém, quero aqui concordar com você. Afinal, o texto não foi feito para dizer que Ricardo é um gênio, mas que não é admissível esta campanha para sua queda. Não agora.

      SRN.

  3. Victor Nyo Says:

    Exatamente…

    Sobre RS, eu acho que ele ainda tá verde… Mas eu tenho certeza, de que ele deve ficar. E só sair esse ano que o bicho pegar bunito.

    Por quê?

    Vitória nas semi da Copa do Brasil, ano de dois milialguma coisa, e depois de uma eliminação TOTALMENTE aceitável, o técnico que levou o Vitória a sua primeira semi de copa do brasil, Agnaldo Liz, é demitido.

    Edilson e Obina terminam o campeonato brasileiro com 18 gols cada, mostrando que o time era muito bom ofencivamente.

    O resultado? Rebaixamento. =/

    Hoje, assim como naquele ano, os jogadores fecharam com o técnico, e correm não só pela torcida, e pelo salário… Correm também por Ricardo.

    Perder essa motivação extra pode ser fatal.

    Acho que esse time é bom… Mas não acho que seja um dos nossos grande times da história.
    Acho que pode vim a ser se manter essa base até o final do ano, e reforçarmos as posições carentes.
    Mas esse time, unido, como tá hoje, pode sim ficar na história do clube, sendo campeão mais uma ou duas vezes esse ano.

    Então… O time é esse, o técnico é esse…. E PRONTO!

    Por favor, vocês, formadores de opinião, França, Larissa, Lucas, Fábio, TODOS! Vamos apoiar o time, vamos apoiar Ricardo, CEGAMENTE a partir de agora, até o fim da copa do brasil pelo menos.

    Nada vai mudar até lá, nenhuma crítica ao técnico serve mais de nada, nenhuma crítica a lentidão de Bida, as avenidas de Egídio, aos leites da zaga, as osciladas de Elkesson, NADA MAIS ADIANTA!!!

    No estádio, temos que gritar em apoio, e só! Temos que evitar até de chamar o sacana da agua ou do rango no estádio, prá economizar voz!

    Vamos fechar uma parceria com uma farmácia, prá ela nos fornecer litros e litros de Cepacol…

    Nossa obrigação é apoiar os noventa minutos, independente do placar, e de como o time esteja jogando.

    A torcida já mostrou que pode levar esse time no grito, o time já mostrou que cresce com nosso apoio, e eu tive certeza, de que seriamos campeões baianos, quando vi aquela bateria da TUI entrando (lá ele) no estádio.

    Eu vou estar no estádio… Gritando, e apoiando…

    E tenho dito.

  4. borba Says:

    Ótimo resumo no último parágrafo:

    ”Por tudo isso, faço a seguitne conclamação aos Rubro-Negros. Chega de choro e ranger de dentes. Guardem a voz para gritar o incentivar o time, seus putos.”

    E basta.

  5. Logan Says:

    Não tiro uma vírgula, se for pra cobrar, cobrem de Mauro Galvão e Alexi Portela, que até agora não fizeram as 5 contratações que o time precisa pro DILMÃO 2010, os que já anunciaram não são da qualidade que o time precisa urgentemente, o Vitória vai disputar 5 campeonatos esse ano precisa de um grupo de mais de 25 jogadores, e de bons reservas também, se for passar o resto da temporada com folha de 500 mil vai levar ferro.

  6. Fábio Monteiro Says:

    Franciel, vc sabe que te admiro e gosto da forma como vc escreve. Mas discordo de você. Para mim é muito SUBJETIVO quando voce diz que a gente poderia ter sido eliminado se n tivesse mais um zagueiro pra cortar uma bola em cruzamento. Eu te digo que a gente poderia evitar um sufoco se a gente tivesse um atacante ou um meia que fizesse um gol naquele momento conturbado do jogo. Pra mim RS não tem mais defesa, eu o apoiei até o limite. Ele repete os mesmos erros e é mais medroso que a própria palavra medo.

  7. Fábio Monteiro Says:

    Concordo também que a diretoria tem culpa em formar um elenco tão limitado e sem peças de reposição.

  8. carlos da caixa Says:

    Meus caros, o que sinceramente não entendo é que, reiteradas vêzes o nosso presidente afirma da real necessidade de contratar de de 05 a 07 atletas mas não passa das palavras à ação. Aíás, já aconteceram 03 demissões o que reduziu o já exíguo plantel e nada. Sei não!

  9. Rafael Says:

    Nao deveriamos ir para o lixão comemorar 110 anos sem nenhum titulo de expressão nacional ?

  10. Fredson Says:

    Concordo, Franciel…

    Deixem o homem trabalhar. No final do DILMÃO 2010(pode ser WAGNERZÃO, LIDICEZÃO ou PINHEIRÃO 2010) vocês terão perdido o unico motivo de orgulho (depois do torneio da UVA) nos 111 anos de história: Estar na serie A!!!

  11. valmerson Says:

    Uma palavra para definir o seu texto Franciel: PERFERCT!

  12. valmerson Says:

    Acho que ao contrario de muita gente nos assistimos ao mesmo jogo!

  13. lucas Says:

    Muito engraçado!!! ehehehehhe!!! mas tb mt fiel a realidade!!! parabéns

  14. canijah de moreré Says:

    O Fábio tá certo Franci. Os meninos da Vila jogam no ataque. Qualquer time q queira garantir um resultado tem q ter algo q ameace o adversário. Porra, aquela contra as carniças foi de lascar. O vasquinho é só um pouquinho melhor q eles, mas nada q assuste. Olha no q deu? Esqueminha!
    Assisti Atl-Go e Grêmio, nossos próximos adversários, e vi q são duas paradas duríssimas, bem diferentes daquilo q foi Goiás, Itinga, Vasco. É correria e pancadaria pura. Gente q não brinca em serviço : Hugo, Borges e Douglas, por exemplo.
    Que a bunda de RS seja abençoada.

    Amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: