Micro-resenha sobre um jogo que não existiu

Milhares de ouvintes (na verdade, três) estão ligando insistentemente para esta emissora cobrando a tradicional e abalizada análise deste rouco locutor sobre o jogo do Vitória ontem em Feira de Santana contra o poderoso Bahia de Feira.

Lamento contrariar a multidão, mas o fato é que não gastarei nenhuma vírgula sobre a referida peleja porque aqui nesta budega só trato das coisas do Rubro-Negro baiano. E aquele bando que entrou em campo ontem, definitivamente, não era o time do Vitória. Pelo menos o meu Vitória, não.

Boas noites – se é que é possível dormir com um barulho deste. Aliás, barulho, não, silêncio e omissão ensurdecedoras.

VÁ MATAR O DEMÔNHO!!!

Anúncios

15 Respostas to “Micro-resenha sobre um jogo que não existiu”

  1. Neto Says:

    Acho até que você escreveu demais.

  2. Anrafel Says:

    Não podia haver jogo mesmo. Ricardo Silva orientou Egídio e Neto Berola a praticarem um pouco de Vale-Tudo e os caras seguiram à risca.

  3. borba Says:

    MEO DEOS

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Times/Vitoria/0,,MUL1530587-10072,00.html

  4. Jorge Bassu Says:

    Nao joga a toalha nao seu menino, dias melhores virao.
    Nao acredito que o nosso presidente ira ficar inerte por muito tempo.
    Um abraco

  5. Fredson Says:

    Esse Vi(ce)tória treme quando encontra um Bahia pela Frente….

    FICA RICARDO…..

  6. borba Says:

    Roberta Close tava sumida rapaz…

  7. Geraldo Says:

    Jorge Bassu, realmente o “nosso” não ficará inerte tá trazendo Bambam e depois será Pedrita, Fred e Barnei e assim teremos as contratações de peso que ele tanto prometeu um time da idade da pedra.

  8. Paloma Says:

    Franciel, sou Paloma Varón, da Facom, (ih, rimou!), e queria seu e-mail, pois vai rolar um convite de um blog futebolístico de um amigo meu. O meu é palomavaron@gmail.com.
    A gente estuda, estuda (?), trabalha, trabalha, trabalha, trabalha, se mata nas redações e assessorias e ganha reconhecimento é com blog, quem diria? Hehehehe!
    Beijos

  9. Logan Says:

    A culpa é do crack!

  10. Juvenal Says:

    Bida já não joga mais pelo nome, agora esse fulano joga pela beleza.

  11. Fredson Says:

    Belo texto seu no terra magazine.

    A constatação é uma só. No Bahia, falta competencia à diretoria. No vitória, falta ousadia, inclusive da torcida, que fica nessa ladainha de qué time de 1 divisão. Nunca vi torcedor do gremio, botafogo, palmeiras, galo, santos ficar com esssa ladainha….deve ser porque o vitoria ESTÁ na primeira. Pode ser temporariamente…

  12. maudovit Says:

    entendi nada franciel bi campeão brasileiro??? que torcedor do Vitória é vc???tsc tsc, somente os torcedores do jahia e vc franciel considera o jahia bi campeão brasileiro, me faça uma garapa, torcedorzinho do Vitória é vc

    • Fredson Says:

      Que despeito!!! Vc não consegue apagar a história…. O Bahia é bi brasileiro sim, assim como o vitoria é o unico time do mundo campeão do torneio da UVA!!!!

      • Logan Says:

        Fomos campeões de um torneio internacional com times europeus e vocês qual título internacional vocês tem?

  13. carlos augusto de araujo Says:

    O Fredson, torcedor do jaía, no que tange às conquistas do seu time, deve, rigorosamente, se ater ao tempo do verbo que deve ser conjulgado: fomos e, nunca mais, somos, em homenagem aos quase 10 anos sem um títulos. Dizem as más linguas que o tricocô pensa seriamente e sair do futebol e investir seriamente em corrida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: