O “enigma do Vitória” no Sarneyzão/2009

Caldo de galinha e erudição não fazem mal a ninguém, conforme ensinava Irmã Dulce nas inolvidáveis homilias dominicais. Assim, começarei a aula magna de hoje seguindo este conselho de minha santa preferida e gastarei uns três ou nove parágrafos analisando a situação socioeconômica da Bahia em meados do século passado.  

Naquela época,  como é de conhecimento de 97,16% dos cultos ouvintes desta emissora, esta besta e bela província enfrentava uma grave estagnação econômica – processo este denominado de “enigma baiano” pelo professor Pinto de Aguiar, aquele mesmo que dá nome à rua dos motéis.

Mas, derivo.

O fato é que, em toda a sua história, esta terra inconsequente e lerda sempre andou com o freio de mão puxado, quase parando. No entanto, neste referido período, a leseira foi ainda maior. E, como sói nestes momentos, milhares de estudiosos se debruçaram (lá eles) sobre o tema e levantaram as mais díspares hipóteses.

O menino Tales de Azevedo, por exemplo, garantia que o problema era decorrente da “influência materna na constituição das famílias irregulares de nossa sociedade”. Por sua vez, Braz do Amaral falava que o atraso era decorrência da “sangria de braços na guerra do Paraguai”. Já Rômulo Almeida, depois de fazer um comparativo entre as economias baiana X pernambucana, pregava que o entrave relacionava-se a questões geográficas e históricas.

É óbvio que não se chegou a nenhum consenso – e a Bahia continua até hoje nesta maresia de dar gosto.

Valei-me, meus culhões de Cristo! O homem amaluqueceu de vez. Tá cheirando maconha, Sêo Françuel? Que conversa enviesada da porra é esta? O que é que isto tem a ver com o Vitória?”, interrompe-me a impaciente e religiosa ouvinte. 

Pois bem. Aspiro mais dois tragos e respondo. Ou melhor, não respondo, mas tomo emprestado o rótulo e digo que neste Sarneyzão/2009 há um “enigma vitoriano” que precisa ser decifrado. Afinal, qualquer criança de seis anos, que consiga dar pelo menos 3 pontinhos numa bola, sabe que não há nenhuma equipe jogando mais bola do que o Rubro-Negro neste ano. Pode ter igual. Melhor, não.

Então, por que diabos times muito maizomenos, como Palmeiras e Atlético, lideram a competição enquanto o Leão patina no meio da tabela? 

Talvez o mundo acabe e nunca tenhamos a resposta exata. Porém, não custa levantar hipóteses. E a minha é a seguinte: Mais do que a postura em campo, falta atitude fora das quatro linhas.

Eis dois exemplos que ilustram o que digo.

Depois do jogo contra o Palmeiras, sintonizei numa destas rádio da vida para ouvir a execução do hino do Vitória, as narrações dos gols, as piadas dos torcedores, enfim, estas coisas que prolongam nossa alegria após um triunfo espetacular contra o líder do campeonato.

Porém, o clima era de enterro. Só se falava que Neto Berola ia ser vendido, que a renda tava errada, que Roger não jogava nada, que havia urubus sobrevoando o estádio, enfim, um quadro apocalíptico.

No início, pensei que era apenas algo pontual, mas permaneci ligado e verifiquei que esta ladainha se prolongou ad infinitum. Após as presepadas dos radialistas escrotos, entra no ar o presidente Alexi Portela com um ânimo de velório.

Putaquepariu a falta de vibração!

É claro que qualquer possa em sã consciência, e com o mínimo de boa fé, reconhece que Alexi tem feito um trabalho digno à frente do Leão. Saneou as contas, fez uma acertada política financeira e etc e coisa e tals. Porém, é preciso mais. Além de uma boa administração, um presidente tem o dever de elevar a moral da tropa, assumir o front, reconhecer os erros e, principalmente, celebrar as grandes conquistas com fervor para contagiar a equipe. E vencer o líder da forma que vencemos foi um grande feito. Porém, Alexi falava na rádio como se o Vitória tivesse tomado uma balaiada do porco paulista.

Putaquepariu a falta de vibração!

E esta, digamos assim, apatia ocorre não somente depois dos triunfos, mas antes mesmo de a bola rolar.

Vejam o caso do jogo contra o Atlético Mineiro. Apesar de comandar um time meeiro, Celso Roth, que nunca ganhou porra de nada em nível nacional, assumiu o discurso de vencedor. Na antevéspera do jogo contra o Rubro-Negro, ele afirmou que seu time era candidato ao título. E falou isso passando convicção – e não somente a boba arrogância. Enquanto isso, Mancini dava entrevistas quase que pedindo perdão.

Putaquepariu a falta de vibração!

Assim, quando a bola rola, o time até assume uma boa postura em campo e vai pra cima do adversário. Porém, falta-lhe a firmeza dos conquistadores. Joga bem, cria oportunidades, mas na hora JOTA entrega a rapadura. Por isso, mais uma vez, mesmo jogando melhor, o Vitória perdeu.   E perderá sempre que entrar em campo entoando o discurso dos derrotados. É hora, portanto, de começar a mudança simbólica. 2010 é logo ali. 

Eis minha teoria sobre o “enigma vitoriano” e sua possível superação. Quem tiver outra explicação, que apresente – ou se cale para sempre.

Anúncios

43 Respostas to “O “enigma do Vitória” no Sarneyzão/2009”

  1. Logan Says:

    Além da mediocridade dos Roegeres da vida né seu Francis?
    Aliás essa questão da motivação do clube, da imprensa e da torcida como um todo eu já vinha falando faz tempo.

  2. Victor Nyo Says:

    Sim sim.
    Também acho que falta esse tipo de postura, afinal, nós mostramos ao mundo, e eu acho que finalmente as pessoas estão começando a ver, que o Vitória é tão bom quanto qualquer um dos times do G4.
    E mostramos isso na bola, mais uma vez, desafio a alguem a me mostrar o contrario.

    Mas eu afirmo, o “enigma vitoriano”, pasmem, é a falta de confiança em nossa base, pasmem novamente.

    Alguem aê pode questionar: “Mais dos 1 titulares, 17 são da base…”.

    Vejam, que são nas posições onde não temos jogadores.

    Vamo lá, no campeonato baiano onde o nível tecnico é menor do que o do brasileirão, tinhamos em nosso banco o hoje exportado Victor Ramos, mas quem jogava era um tal de Tiago… ¬¬

    E não é só isso! No mesmo baiano, tinhamos Elkson, já meio vendido para o Benfica, e insistiamos em Glaucio, Rafael Bastos e o carajo a quatro.

    E não é só isso! Mesmo com Neto Baiano matando o demonio! (Pq não venham me dizer que ele é melhor que ROger e Leandrão que não é, ele não sabe fazer o pivo, não sabe dominar uma bola, só leva vantagem para esses dois nas jogadas aereas, e quem falar dos 20 e poucos gols, 18 foram no baiano e Nadson, comendo uma agua lerda fez 8 em 10 jogos. )
    Nós não testavamos Itacaré, Edson, deixando para fazer isso no Brasileirão onde a onça bebe agua. Testavamos um tal de ANdré.

    Todos esses entraram já com o bicho pegando, Itacaré estreou contra o SP num barradão cheio, Edson contra o palmeiras fora, Elkson jogou contra o Sto Andre, foi bem, ai pegou o Flamengo no maraca, foi mau, e não teve mais sequencia!

    Agora, somem meu texto ao texto de Larissa sobre o jogo contra o atletico mg. Eu concordo com ela, nosso problema é o ataque! Eu acho que todos os atacantes do Brasil tem inveja de Roger, de tanta oportunidade que aquele cara teve e não fez o gol.

    Itacaré tá contundido, mas Edson, o MAXIMO que ele consegue ser (já que é futebolisticamente impossivel um centro avante criado no Vitória ser pior que Roger) é ser o mesmo que Roger. Assim, pelo menos ganhariamos com a valorização de um atleta nosso.

    O SP, exemplo de gestão, primeiro repõe os tranferidos com a base, e reforça as outras posições quando vê oportunidade de trazer o cara mais barato. Como exemplos temos a leva do fluminense depois do fiasco no ano passado, Adriano e Ricardo oliveira contundidos, e os jogadores dislumbrados dos times “menores” do brasil.

    Enfim, se confiassemos mais na nossa base estariamos no nosso devido lugar, o G4.

    Ufa… Acho que é isso, poderia argumentar mais, mas já são 18:10 e tenho prova hoje.

    Passo aqui depois.

    o/

  3. Lucas Serra Says:

    Seu Francis, o que falta ao Vitória é brocar, fazer gols fora de casa, o nosso ataque vai mal das pernas, aliás, não só do ataque, mas como são eles que botam a bola na rede, então… Roger tá na mira.

    SRN

  4. felipe nogueira Says:

    seu fraçuel,
    Falta cunhão mesmo, os caras tem que se acharem os foda pra poder ganhar alguma coisa, mano. Não vê a bosta de um monte de time que só tem um brasileiro na bagagem e se acham, botafogo, fluminese, atletico paranaense e por aí vai. Esses ou vivem de passado ou conquistaram algo só muito recente e não eram nada. Agora os princípios basilares são raça, autoestima e planejamento e é isso que falta ao glorioso, mas num tem nada não as coisas estão mudando e vocês vão vê.
    SRN

  5. Brito Says:

    Que tal Milene para levantar o moral de tropa ? só sendo.

  6. Haroldo Mattos Says:

    Longe de querer apenas concordar com Victor e com Larissa, acho também que o ataque realmente é um grande culpado de não deslancharmos na pontuação.
    Porém também acho que ele não é o único.
    Existem problemas pontuais no elenco que precisam ser vistos e revistos.
    Leandro não consegue entrar em forma. Fica sem apoiar, que é o que ele mais sabe fazer, por que se ele subir duas vezes no jogo, acaba o gás.
    Nino ainda tem medo de subir, e Apodi quando joga, não apoia com qualidade e marca ridiculamante.
    Pontos negativos como estes, diminuem o poder de fogo do ataque, que tem um péssimo finalizador (Roger) e um inexperiente, porém com futuro, segundo atacante o Berola.
    Neto não esta saindo jogando, pois está de castigo por se achar o dono da bola. Gláucio que está de gaiato no navio, não tem qualidade suficiente para buscar bola e finalizar com perfeição.
    Os meninos da base, como disse com propriedade Victor Nyo, deveriam ter sido testados na Baianão 2008 e não entrar agora, na hora de subir no pau-de-sebo.
    A diretoria precisa dar o grito de Indepedencia de alguns empresários, que vem nos trazendo refugos grátis e aos montes, por saber de nossa dificuldade economica.
    E nós fazendo peneira com estes refugos em jogos oficiais e pagando o ônus desta farra com perda de jogos em que o conjunto sobressaiu, mas as deficiencias individuais derrubaram.
    É isto…

    Te Amo Vitória!
    Sempre…
    Haroldo Mattos

  7. eduardo Says:

    A autoconfiança se conquista com o tempo.Ontem mesmo li no blog do Juca Kfouri (jornalista sério) que classificou Atlético X Vitória como dois times maduros.E concordo.Mas isso que vc relata vai ser obtido com o tempo.Eu sempre afirmo que nosso Vitória tem aproximadamente 30 anos.Ele apareceu do vice brasilairo prá cá.É verdade ou não?Foi a partir daí que vieram oss garotos da base e boa parte dos torcedores que ainda não tinham descoberto o Vitória.Vamos chegar lá.Com sua ajuda.
    O Atlético Paranaense foi começando assim e conquistou um título, embora não queiramos só um.Vamos conquistando cada degrau.Sei que daqui a pagarmos as dívidas e podermos contar com a base por mais tempo a coisa vai mudar, mesmo contra dinheiro, mídia e juiz.

  8. Uraí Guerreiro Says:

    No intervalo Roger disse, mais ou menos assim, “vamos voltar para ganhar o jogo no segundo tempo”. pena que tiraram ele.

    Acho que falta treino de chute a gol nessa porra.

    bóra vitória.

  9. valmerson Says:

    é vero seu Francis eu mesmo fico muito chateado quando vejo o treinador ou um atleta com discurso de que somos os coitadinhos, isso precisa mudar e não podemos mais deixar acontecer de dominarmos o jogo e perder a partida.

  10. Geraldo Says:

    Só tem um cara vibrante no VITÓRIA que é o Jorginho (encantado sonhador de Marco Aurélio) só que ele vibra sempre errado, sempre contra o finado talvez se ele se preoucupasse com o nosso conseguisse motivar inclusive Alex Portela.

    • Franciel Says:

      Geraldo,
      o problema é que ele não transmite o mínimo de verdade nem nas vibrações. Apenas repete o que os radialistas que buscam polêmicas vãs querem que ele fale.

      É, no máximo, um animador de auditório de terceira categoria.

  11. googala Says:

    Bensar grande é o que imborta
    Bora pro G4

  12. moises Says:

    galera, o seguinte é tudo aquilo que já foi dito e mais um pedaço. sêo roger, quando muito, faz apenas um bom pivô. devia jogar basquete… a verdade que liberta é que o ataque está acéfalo. as falhas da defesa e/ou meiúca são perdoáveis e não comprometeram o campeonato. agora, esse foi o pior ataque dos últimos 5 anos ou mais! portanto, deixando as lamentações de lado e os “se…’s” da vida, tá mais que na hora de começar a programação para 2.010, segurar aqueles que honraram o manto sagrado neste sarneyzão (viáfara, minha zaga, uélinton, pitbull, leandro domingues/ramon etc), botar de molho os mascarados (neto berola e leandrinho) e contratar realmente um centroavante de verdade ou dar oportunidades reais à prata-da-casa para ir engroçando o pescoço no baianinho 2.010 para que vire bicho “no ano que faremos contato” com o caneco. …créditos para kubrick.

  13. Victor Nyo Says:

    Não darei os merecidos créditos pois não lembro que foi largou essa, mas eu li em algum lugar e concordo.

    A aposta prá 2010 se chama Cordoba, do River uruguaio.

    O maluco teve exatas 3 chances, e brocou exatos 3 gols na gente meirmão! É novo, alto, e ainda não tá caro e nossa moeda é mais valorizada do que a uruguaia.

    Vamo arriscar aê!

    Algum freqüentador do blog que seja mais aproxegado com a diretoria, faz favor e levanta o nome do menino lá na toca! Faz logo um contrato de 2 anos e simbora… Se não der certo inicialmente, empresta.

    • moises Says:

      kubrick, também conhecido como o menino stanley, de “2001 – uma odisséia no espaço” e agora, “2010 – o ano em que faremos contato”… com o caneco. é por aí.

  14. Logan Says:

    Não dá pra avaliar um jogador por um jogo mas se tiver potencial que venha pro Vitória, só não pode é contratar as carniças que contratou esse ano.

    • Victor Nyo Says:

      Concordo.

      Mas como eu disse, é uma aposta.

      O cara pode ser pé duro, mas é muuito alto! Pelo menos ganhariamos nas jogadas aereas, vide seleção inglesa e um tal de Peter Crouch.

      E não deve ser caro.

  15. tourinho Says:

    o bahia ganhou porra
    agora fiquem aí xibungando

  16. valmerson Says:

    o tempo é inexorável, inexpugnável, inoxidável, não solta as tiras e nem tem cheiro

    Franciel estou numa expectativa tremenda do jogo de hoje e de tudo que será realizado no Barradas, estou tentando me livrar da ansiedade, vou dar uma saida para ver se condigo pois hoje todos os caminhos levam ao Barradão

    http://valmerson.wordpress.com/2009/10/28/ta-chegando-a-hora/

  17. Lucas Rochas §iquilho Says:

    Há tempos questiono em relação a isto, e fico até feliz em ver que não sou o único a pensar desta forma.

    No eixo maligno a imprensa endeusa seus jogadores…Marcos e Rogério Ceni, por exemplo, são provais cabais, e certamente serão canonizados após o ato de “pendurar as chuteiras”. Apesar das falhas, que não sou poucas, a imprensa sabe muito bem mexer com o brío dos jogadores. Além do mais, infelizmente a mídia manipula a grande parte do pobre, sofrido e sem cultura povo baiano…e aí já se viu né?

    Concordo em gênero, número e grau quando vc diz que a mudança de postrura da diretoria e do treinador elevam a moral do elenco, e mesmo com o planejamento de luta pelo título em 2011 somos franco-atiradores e nd temos a perder.

    Pena que perdemos pontos bestas pois estes certamente nos deixariam à frente do atual lider, o Palmerda.
    Agora é fazer o que estou fazendo, secando o Z4 da série A e torcendo pelo G4 da B, como forma de planejar o 2010 do rubro negro.

    Caindo Botafogo, Flumerda, Sport e Náutico na A e subindo Ceará, Atlético -Go, Guarani e Vasco da B, teremos uma série A em 2010 com: Ceará, Atlétigo-Go, Guarani, Santo André, Barueri, Avaí, vasco e etc…Ou seja, mais possibilidades de brigar entre os “grandes” da glbo e do eixo mal.

    SRN

  18. Yuri Says:

    Seu Franciel, aqui é Yuri, baluarte do Impedimento… queria fazer-lhe um questionamento que não muito tem a ver com o texto em si, mas que tornou-se uma obcessão nos últimos dias, por ficar martelando-me a cabeça:

    Que significa o dito “quem masca corda é cacimbão” (ou algo que o valha)

    Aliás, que diabos é um CACIMBÃO??

    Parabéns pelos textos em geral, tu és gente boa, compensa a coisa horrível que são os textos da Catarina Cristo. valeu!

    • Franciel Says:

      Meu velho, cacimbão é um poço profundo. E para tirar água do mesmo faz-se mister (receba, herege) amarrar um balde numa corda e descer até o fundo do poço.

      Entendeu? ou ficou mais difícil?

  19. Yuri Says:

    Hum, então quer dizer que é no sentido denotativo de que o poço ENGOLE a corda… mas e no sentido figurado, em que situações posso eu utilizar-me deste dito popular??

    PS.: Eu achava que cacimbão era um ANIMAL que realmente comia corda…

    • Franciel Says:

      rapaz, seguinte.

      Alguém lhe diz alguma coisa lhe tirando como otário, aí você larga: quem come corda é cacimbão.

      Os jovens dizem: quem come pilha é robô.

      • Yuri Says:

        Entendi. Obrigado pelo esclarecimento Franciel, você é gente boa mesmo.

        Esse papo de cacimbão deu-me vontade de fumar um CACHIMBO, e seria uma boa fazer isso vendo o jogo de logo mais…

        Até mais e mais uma vez, obrigado.

  20. valmerson Says:

    http://valmerson.wordpress.com/2009/10/29/um-nome-na-historia-cricket-como-tudo-comecou-1%c2%ba-titulo-e-real-valladolid/

  21. paulo galo Says:

    Muito boa leitura, Diamantino, pegou na veia.
    Disse-me há pouco o velho Lênin, num transe mediúnico instalado logo que terminei de ler esse post feliz, que é assim mesmo, que é a dialética dando vida e sentido ao que ele chamou, faz é tempo, de teoria da curvatura da vara. Segundo ele, as experiências históricas tendem a produzir opostos, que resultarão em sínteses.
    No caso do Vitória, a megalomania arrogante de Paulo Carneiro -o espetáculo seguido da falência- deu lugar ao seu exato oposto nas pessoas de Alex e Jorginho, bons moços, saneadores, comportados, suficientemente corretos para que o Vitória chegue entre 8º e 10º, na zona da Sulamericana. Junte-se a isso ser campeão em cima daquele timinho de merda lá da periferia de Lauro de Freitas e chegar às quartas da Copa do Brasil.
    Ou seja, estamos bem parecidos com o governo Wagner: a galera quer espetáculos tocados de forma competente e os caras acham que estão bem na fita vendendo “transparência”.
    Alex, Jorginho, Wagner: vão à merda. Probidade, bons bofes e declaração de boa-fé não é mérito mais, é indiscutível obrigação, nada mais que isso.
    A gente quer é isso que o Franciel falou -bem pra dedéu, pra variar: bons jogadores, boa comissão técnica e, atenção senhores, grandes e bem fundamentadas ambições.
    Se fosse pra pensar pequeno e lutar pra não morrer éramos todos aqui torcedores daquele timinho de merda lá da periferia de Lauro de Freitas, né não?

  22. googala Says:

    Borra, franciel, novamente de novo?

  23. Logan Says:

    E o título agora seu feancis?
    Só em 2010, quem sabe, se os dirigentes resolverem investir no elenco.

  24. jameshowlletlogan Says:

    Só testando.

  25. Logan Says:

    acho que agora foi
    pode apagar esses post de teste

  26. valmerson Says:

    http://valmerson.wordpress.com/2009/10/31/coritiba-x-vitoria-tem-sido-bom-jogar-contra-eles/

  27. felipe nogueira Says:

    Rapaz,
    É imperativo que v. senhoria externe seus prolegômenos nessa tribuna já, ôxi, desembuxi seu menino!
    SRN

    • Franciel Says:

      Felipe,
      desenbuxarei. É que estava passando uma temporada na gloriosa Chapada Diamantina para esquecer a chibança que uns sacanas estão fazendo dentro de campo.

      Voltarei em breve. Assim que passar o ódio ancestral contra algumas injúrias que envergam (quase escrevi envergonham) o manto.

  28. jones Says:

    Olha o que a torcida do VITORIA está comentando ;

    ”Olha, eu não sou de criticar as coisas do Vitória, mas é impossível não se envergonhar com o “mascote” que vocês colocaram em campo ontem.

    Que coisa horrível era aquela? O mascote parecia uma bóia de piscina inflável, mal conseguia se locomover, era cor de LARANJA em vez de vermelho, e, para completar, foi esvaziando durante o jogo. Simplesmente vergonhoso. Me senti com vergonha de ver aquele mascote em campo… Pelo amor de Deus, vocês tão realizando um trabalho tão importante a frente do nosso clube. Não permitam que esse mascote volte a campo. É um favor que peço a vocês!

    Já viram o mascote do Sport? Aquele sim é legal e merece ser copiado… Pensem bem nisso. Um mascote de pelúcia, como estamos cansados de ver nos filmes norte-americanos com os times de futebol americano”.

    POR FAVOR MARKETING DO VITORIA PQ VCS NAO ANALISAM A OPINIÃO DA MASSA r RUBRO-NEGRA?? O MESMO ACONTECEU COM OS VIDEOOS VEICULADOS NA TV DO PLANO SOU MAIS VITORIA, TODA A TORCIDA FOI CONTRA E SE MANIFESTOU PRINCIPALMENTE NA INTERNET. VCS NEM NOS ESCUTARAM E COLOCARAM AQUELA PROPAGANDA SEM A MENOR EXPRESSIVIDADE. UMA PENA

    O MASCOTE DO VITORIA FOI MOTIVO DE PIADAS EM TODOS OS BLOGS, INCLUSIVE OS DOS NOSOS TORCEDORES, FIQUEI MUITO TRISTE COM ISSO , POIS SEI QUE AINDA TEM TEMPO DE REFORMULAR ESTE MASCOTE, OU ENTÃO ABOLI-LO E PENSAR EM OUTRO EM 2010 .

    SEI QUE NAO TEREI NENHUMA RESPOSTA, INCLUSIVE VCS TALVEZ NEM LEIAM ISTO AQ , MAS DE QUALQUER SORTE DESEJO SEMPRE O MELHOR PRA VCS E PRO NOSSO CLUBE,FORTE ABRAÇO.

    Saudações rubro-negras!

  29. Cury Says:

    Vitória no Barradão e em outros campos

    Franciel e nobres senhores que acompanham esse sublime blog:

    O prestigiado portal Yougol fez uma entrevista com este que vos escreve sobre o blog, os vídeos e o Vitória.
    Para ler, clique no link abaixo:

    http://yougol.wordpress.com/2009/11/06/yougol-entrevista-vitoria-no-barradao/

    Abraços a todos.

  30. Logan Says:

    ô pa cury, tirando onda…

  31. Borba Says:

    Volta Franciel!

  32. João Arruda Says:

    E volta de preferência anunciando uma brocada no São Paulo. O rubro-negro aqui do Rio agradece e fica te devendo umas cervejas, além de um caldo de cana contaminado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: