Eles estão honrando o Vitória

O Parque Sócio Ambiental, Santuário Ecológico Manoel Barradas, o Monumental Barradão, foi palco na tarde do último domingo da mais importante batalha deste Brasileirão.

Aliás, caso eu não me guiasse pela parcimônia, diria que naquele campo foi travada a mais emblemática de todas as lutas. Algo digno de ficar registrado na memória. Inclusive, deveria existir um recorte no calendário, tendo o 19 de Julho como marco simbólico desta nova contagem do tempo.

Antes, porém, que uns apressadinhos metidos a historiadores venham aqui dizer que já assistiram a jogos mais importantes naquela briosa praça esportiva, informo logo que não me refiro apenas ao que ocorreu nas quatros linhas no injusto empate entre Vitória x Atlético.

Nécaras. 

Subo a esta tribuna para falar que a peleja mais dramática que presenciei ontem aconteceu nas arquibancadas. Uma verdadeira e empolgante guerra – se é que guerras podem ser empolgantes. O novo e o velho torcedor do Leão tiveram a batalha decisiva. E quando trato aqui de “novo e velho” não estou me referindo somente a idade, mas sim a concepções de como deve atuar os adeptos do Rubro-Negro. Se bem que esta nova e confiante postura tem sido encampada pelos de menor idade – contudo não só por eles. Este velho e rouco locutor que vos sopra prosopopéia, por exemplo, já não é mais nenhuma criança, porém tem cerrado fileiras junto a esta legião de garotos imberbes (recebam, corneteiros, um imberbes pela caixa torácica).

Mas, chega de prolegômenos. Vamos aos relatos do front.

O ponteiro do relógio não marcava nem dez minutos quando Leandro (falta-me o adjetivo) Domingues deixou Apodi de frente para o crime. O lateral (ala é a puta que o pariu), que fez uma partida estúpida, perdeu a chance de abrir o placar e ganhou o primeiro xingamento de um cidadão que resmungava ao meu lado. Já cansado de tantas guerras, silenciei. Porém, um garoto com a idade de meu filho partiu pra cima do referido e largou a seguinte: “Meu tio, se o senhor não pode ajudar meu time, por favor, não atrapalhe, não”.   

Putaquepariu a mulher do padre! Jamais havia visto algo tão simbólico na guerra de gerações.

O jogo prossegue e a equipe do Galo começa a cozinhar a partida. O serelepe do Éder Luís cisca e cria a primeira jogada perigosa para os mineiros. Em seguida, o Atlético esboça um novo ataque. Em sua trincheira, ou melhor, em nossa trincheira, o guri, tal e qual um Corneteiro Lopes mirim, em vez de mandar nossa tropa se resguardar, faz exatamente o contrário: “nada de recuar”, gritou, completando em seguida: “Vamos para cima dele, Leão”.        
Em poucos instantes, a maioria silenciosa começou a seguir as orientações do menino. E sai pra jogar com o time.

O tempo passa e o árbitro Leandro Pedro Vuaden, que não é ladrão, comporta-se como um gatuno fino. O menino diz palavrões que não posso repetir aqui nesta recatada tribuna. As arquibancadas também. E o juiz gaúcho volta para a segunda etapa de forma mais comedida.

A primeira labuta, contra os juízes larápios, já está vencida.

Porém, as lutas fratricidas mais sangrentas ainda estavam por vir. De forma quase que inacreditável, nosso artilheiro Roger perde gols em sequência. Até o guri xinga o atacante. No embalo, “o tio” começa a vaiar. Vendo que estava dando armas para o inimigo, o menino começa a gritar o nome do matador. A torcida do Leão o segue novamente – e cala as injúrias. A mesma cena se repete na substituição de Apodi. Algumas lástimas esboçam umas vaias. O menino e as arquibancadas reconhecem os serviços prestados pelo maluquinho corredor, que ontem, registre-se, jogou pedra em santo. E tome-lhe aplausos.  As almas sebosas se calam de vez.

O jogo termina e fico com um gosto amargo de sabão na boca porque, mesmo com todos os desfalques, sei que tínhamos (e temos) futebol para depenar o Galo. Porém, mesmo revoltado com a injustiça do placar, bato palmas para os guerreiros e para o menino. Eles estão honrando o Vitória.

Anúncios

22 Respostas to “Eles estão honrando o Vitória”

  1. Mateus Borba Says:

    Só não chamo o resultado de “injusto”, porque “injusto” teria sido se todas as bolas batessem na trave, se o juiz tivesse invalidado goles legais ou deixado de marcar penalidades máximas a favor.

    Chamo, como Carpê disse ao fim do jogo, de “falta de competência” dos nossos finalizadores, principalmente Roger e Apodi. O time criou absurdamente bem, chances variadas e boas jogadas, mas faltou a velha capacidade de botar a bola na rede.

    Mas há o saldo positivo, e esse sim deve ser mostrado, como você bem o fez. E no mais:

    UMBORA TRITÓRIA, CARAJO!

    • Franciel Says:

      Mateus, teve penalti, sim. Mas, nao vou chorar porque acho que a torcida, em sua maioria, compreendeu que o time vive um novo momento. E esta, pra mim, foi a grande vitória de domingo.

      • Mateus Borba Says:

        Mals ae Francis, não vi pênalti, mas é isso mesmo que tu disse, a mudança de postura da torcida tem sido o ponto positivo junto ao crescimento da equipe.

  2. Rodrigo Says:

    É exatamente isso, Franciel: sobrevivemos a um juiz mal-intencionado no primeiro tempo e criamos bem em ambos. Só faltou a bola entrar.

    Em tempo, foi uma satisfação cumprimentá-lo pessoalmente em frente aos portões, no final da partida. Abraço!

  3. snowman Says:

    Foi massa mesmo, Seu Francis! Aos poucos a torcida vai mudando de perfil, de postura.
    Um time como esse tem que receber apoio, pois vem a cada jogo arrancando gargalhadas de encatamento!
    Abraço.

  4. Victor Nyo Says:

    Nesse campeonato Brasileiro, eu só vi o adversario sair vitórioso uma unica vez, contra o Cruzeiro.
    Nos outros jogos, o Vitória venceu, ou foi derrotado por seus proprios erros.

    Esse time é melhor do que eu imaginei até sabado passado, e esse time vai mostrar isso na quinta, contra o Curintia.

    E tenho dito…

  5. Fábio Monteiro Says:

    Verdade Franciel. Fiquei surpreso com os aplausos ao Apodi e o nome de Roger sendo cantado na partida que eles foram ruins na atuação. É um sinal de amadurecimento da torcida, apesar de existir muitos corneteiros ainda. Teremos que comprar muito Baygon para exterminar de vez com estes insetos que infectam o Barradão.

  6. Logan Says:

    Louvável a atitude da torcida, mas, ainda assim, Roger de titular é dose seu Francis.
    Tem Neto Berola e Robert no bannco pq não testa os caras? Se forem mal o Roger volta, sem problemas.
    Falar em juiz, o que vai apitar o jogo de quinta é o mesmo do jogo contra o Flamengo, que coincidência né? Até parece.

    • snowman Says:

      Logan, Robert e Neto Berola não são nem centroavantes. São jogadores de velocidade que jogam mais pelos lados do campo. Eles sequer tem altura e porte físico para jogar no meio da área. Eles estão de longe de ser Romário…
      Para parte da torcida nenhum jogador presta. Roger é uma merda (para vocês) e é artilheiro, com Neto Baiano a mesma coisa, ano passado passamos o 2º semestre todo penando porque não tínhamos um Roger…
      Quando Dinei chegou foi essa mesma conversa: “Pô, jogador de Guaratinguetá, se prestasse tinha ficado no Atlético/PR, etc, etc, etc”
      Antes dele ainda a torcida esculhambou Índio na Série B, Joãozinho todo jogo era execrado no Barradão no campeonato baiano de 2007.
      Nada serve, nada está bom. Isto cansa.
      Por que que é dose ter Roger de titular? Só porque depois dele marcar em 5 partidas seguidas ele deixou de fazer em uma? Tenha paciência…
      Quem é que o Vitória vai contratar para o lugar de Roger? Itacaré já fez o que no futebol para se aventurar tirar Roger para colocar ele?
      Deixa o cara jogar a bola dele.

      • Logan Says:

        Cara você está me acusando de pensar da maneira que você pensa. Veja só, pelo mesmo motivo que eu não deveria criticar Roger você e uma parte da torcida o estão endeusando, já disse e repito: O VITÓRIA AINDA PRECISA DE UM CAMISA 9, veja meus comentários anteriores.

        Em momento algum disse que Robert e Neto Beirola resolveriam o problema, muito pelo contrário, seriam um paliativo, e com os dois como titulares, o Vitória não teria um jogador fixo na área, pra mim isso só facilita o trabalho da defesa, prefiro dois atacantes rápidos ali, mas isso é só meu jeito de ver o futebol.

        Mas se for pra jogar com um 9, prefiro que o Vitória contrate alguem que não perca tantos gols de cara. E essa não é a primeira vez que ele perde tantos gols (lembra do jogo do Palmeiras? do jogo contra o Inter?).

        Pra mim Roger é só mais um Rodrigão, Deus queira que eu esteja errado e ele seja o artilheiro do campeonato, nunca torci tanto pra queimar a própria língua como torço hoje.

      • sombra Says:

        Concordo plenamente com o Logan, Roger é um profissional, não está fazendo nenhum favor pro Vitória, ele ganha pra corresponder em campo. Tudo bem ele é o atual artinheiro do brasileiro, mas ta claro que não é de confiança. Se fomos contar todos os gols absurdos que ele já perdeu neste brasileiro, não caberiam nos dedos das mãos, sem falar que a grande maioria dos gols que ele fez foram todos feios, deichando claro o seu nível fraco.
        No final do brasileiro, quando ficarmos de fora do G4, ou perdermos o titulo porcausa de 2 pontos, concerteza vamos lembrar ( se Roger não tivesse perdido aqueles gols contra a galhinha).
        Temos que ser censato.
        Tem que ser feito alguma coisa, mas se não, vou continuar apoiando o Roger, porque acima de tudo está o Vitória.

      • Victor Nyo Says:

        Roger é sim um grande centro avante, concordo.

        Mas acho que Itacaré poderia jogar sim, não prá tomar a vaga de Roger, mas prá testar, assim, se por acaso ele for vendido, já sabemos o que precisamos, o mesmo falo para RObert, Berola, Nino, Elton…

        Roger, inclusive, é melhor centro avante que Neto Baiano, que Val Baiano e Tardelli.

        Eu não acho que precisamos de um 9, e no mercado, dentro da realidade do Vitória, não há melhor opção(do que Roger).

  7. Logan Says:

    Do blog de Larissa Dantas
    “Como todos já sabem perdemos a oportunidade de estar na liderança nesse domingo que passou. Dois empates seguidos contra equipes divergentes em qualidade e em posicionamento na tabela, mas partidas em que lutamos e fomos superiores. Por falta de pontaria certeira, acabamos somando dois pontos em seis possíveis e vimos os outros clubes encostarem na nossa pontuação.”
    O que me incomoda mais não é a qualidade duvidosa do artilheiro do campeonato, e sim aquela sensação de que poderíamos ter feitos mais, poderiamos estar melhor colocados na tabela, e saber que isso se deve a falta de pontaria de um jogador me tira do sério, Roger é dose sim, e pra cavalo.
    Que os Deuses do futebol me provem o contrário e o Roger peça a musiquinha do fantástico do domingo que vem.

  8. Jorge Bassu Says:

    Eu que sou um cara otimista por natureza (ao extremo diria a esposa) nao creio que o comportamento dos “infelizes por escolha propia” ira mudar nem que o Vitoria coloque em campo Kaka, Lucio, C. Ronaldo.
    Eles iriam achar defeito da mesma maneira. Portanto para eles o meu pezar e para mim a felicidade de ver um time aguerrido, jogando um futebol alegre e atrevido.
    Como falei antes, eles nao sabem o que estao perdendo.
    Um abraco.

  9. Daniel... Says:

    Seu Franciel,
    Faça-nos um favor. Convide esse garoto para postar aqui nesse espaço porque já cansei desse papo dos “naftalinas” rubro-negros! Eles não torcem pelo ECV, eles torcem por suas convicções!
    Esse garoto tem muito mais a nos acrescentar.

  10. Manoel Pimentel Says:

    Pessoal, visitem o blog do Viáfara, o paredão do Leão.

    http://viafaraparedao.blogspot.com/

  11. Cléber Says:

    Para aqueles que não gostam de Roger vai o raciocínio: Realmente nosso atacante perde uma quantidade muito grande de gols, precisamos de um atacante matador, um cara de respeito na área. Não seria melhor contratarmos o jogador que é o artilheiro do Brasileirão?

  12. valmerson Says:

    é verdade seu Francis a nova geração tem em muito apoiado ao ECV, e os jogadores que estão no elenco também estão honrando a camisa do brioso…

    cor x vit o tirateima do Leão
    http://valmerson.wordpress.com

  13. Deivid Says:

    PARABÊNS A TORCIDA DO VITÓRIA!!!
    VAMOS BROCAR O TIMECO AMANHÃ….

  14. Neto Says:

    Pois é Seu Franciel, “de vagarinho” a torcida muda!

    O Menino cresce vitorioso, ganha sempre e nos últimos anos então, ganhamos baianos, acessos de series e vaga na Sul Americana. Pode ser pouco para uns, mais ganhar sempre vai mudando o perfil e acostumando os torcedores rubro negros à vitória, enquanto somos mais observados e respeitados pelos demais.
    Afinal, vai ficando no passado aquele time que o Tio reclamava. E compreenda-o, pois é daquele tempo em que torcer para o Vitória, era que nem tirar puta do brega; não se podia confiar nunca!

    E.T. Apesar das cinco décadas de vida, aprendendo a torcer com os gols de Kosilec e o memorável time de 72, estou no grupo do Menino.

  15. canijah de moreré Says:

    Estou ansioso pra ver Itacaré brocar as redes de Bosco.

  16. Anrafel Says:

    Bem que o corneteiro Lopes, lá do além, poderia dar uma cornetada na broca do ouvido dos nossos treinadores, ensinando: “heroísmo às vezes é imprudência”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: