Breves considerações sobre a história universal da demência (cap. 2)

Cristão ortodoxo, desde sempre sigo os ensinamentos do menino Jesus, principalmente aquele que recomenda oração e vigília. Por conta disso, prossigo neste vale de lágrimas mais alerta do que escoteiro e até mesmo do que porteiro de brega.

O problema, Senhor meu Deus e meu Pai, Espírito Santo, Criador Onipotente, Divino, Maior de Todos, Fura-Bolo e Cata-Piolho (copiraite Marconi Leal), é que meu esforço tem adiantado porra de nada. E em verdade (e contrito) vos confesso: “Quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece”.

No último sábado, por exemplo, do nada, um rapaz chamado Fábio Domingada visitou a briosa caixa de comentários do Ingresia dizendo que meu texto era bom. Até aí – como diria Arthur Schopenhauer com seu jeito enfadonho – tudo bem. O problema, Meritíssimo, foi que o referido falou, sem rubor na face, que existia um blog escrito pelos torcedores do itinga.

É óbvio, Mestre dos Mestres, que não levei a sério. Afinal, apesar de acreditar em Vossa Excelência e em outras coisas invisíveis, entendia que abstrações têm limites. E sabia que era impossível a existência de  um blog deles por conta da seguinte problemática, que trazia em si um contradição em termos: como é que as injúrias que torcem para a equipe que habita o subsolo do futebol brasileiro podem ter um blog se não sabem escrever? Impossível, repito  – a não ser que os coitados tenham contratado um ghostwrite. Mas como, ô Pai Celestial, se só vivem passando cheques sem fundo e não pagam nem aos funcionários?

Diante desta impossibilidade lógica, larguei de mão. Porém, como bem sabes, ô Criador dos Céus, da Terra e da Julianne Moore (mais royalties para Marconi que o coitado tá precisando), o cão atenta. E cliquei na disgrama do endereço que o desinfeliz me mandou. E não é que existia realmente o tal blog! E mais espantoso ainda: pareceu-me até engraçado. (Os que duvidam podem clicar também neste linque).

Pois então, Meu Altíssimo Jesus, Meu Niemeyer Mais Novo (não vou dar mais crédito porra niúma), fiz igualmente a São Tomé. Voltei lá novamente para crer. E foi aí que se fez a luz. E percebi que  minha primeira impressão estava errada. O que eu pensava ser humor, na verdade, não passava de delírio, embriaguez, sim, cana mesmo, canjebrina errada do cabrunco.

Para que o Senhor tenha uma idéia, o tal do Fábio estava lá honrando o seu (lá dele) bandeiroso sobrenome e fazendo uma domingada de envergonhar os 15 continentes. Completamente encachaçado, ou talvez sofrendo de DELIRIUM TREMENS por conta da abstinência titulirística, ele dizia que o time da periferia de Lauro de Freitas era o bom, o retado, o maioral porque ganhou um torneiozinho furreca que nem a ordinária cbf (deixa em caixa baixa mesmo, revisor fidumasanta) reconhece.

Ô, meu Generosíssimo Pai Eterno, perdoa-o. Ele não sabe o que diz. E, além disso, bebe em demasia. E, como o Senhor sabe, os de bêbados não têm dono.
Por tudo isso, peço a Vossa compreensão para com o desinfeliz. E peço também que Vossa Excelência me permita furtar a sábia sentença de Bento XVI e perguntar ao indigitado. “Por que esta agonia da porra, incréu? Afinal, o Norte e Nordeste de Amaralina sabem que o único título de alguma relevância que vocês ganharam foi a Copa Renner porque vocês gostam mesmo é de levar TINTA”.

Palavras da salvação. Glória a vos, Senhor, per omnia secula, seculorum e UMBORA BITÓRIA, CARAJO! AURRERA GASTEIZ,ZAKIL!ABANT GASTEIZ, ARRAIO! e amém.

Anúncios

15 Respostas to “Breves considerações sobre a história universal da demência (cap. 2)”

  1. Rafael Rubronegro Says:

    amém! carajo

    SRN

  2. Jair Porciúncula Says:

    Franciel,
    Jamais, pelo bem que queres a Deus Nosso Senhor, peça para pessoas de bem clicar em links heréticos como o indicado por V.SA. neste texto. Tive que rezar um rosário inteiro para purgar tal blasfêmia internética. Ainda bem que, para me purificar, existem as tais palavras da salvação: AURRERA GASTEIZ,ZAKIL!ABANT GASTEIZ, ARRAIO!

  3. casarubronegra Says:

    Franciel, a cada dia gosto mais de seus textos. Você é um gênio na arte de escrever despojadamente com humor, ironia e conteúdo agradável. Um dia eu chego lá…Hehehehe…Parabéns mais uma vez!

  4. Ângelo Carôso Says:

    Do Carajo!!!

    Quando é que você assume o blog da globo??? Estamos ansiosos!

    SRN

  5. Fernando Says:

    kkkkkkkkkk…Como desesperadas estão estas criaturas. Franciel, além de comentar as pelejas do seu time, pra não dizer peladas, não tem outro assunto pra falar ? Como são pobres de espíritos, também pudera, desde 1899 e não disse pra que veio à terra. A mudança de nome pode representar uma reencarnação, avante vice desde 1899 !

    ST,

    Fernando

  6. canijah de morere Says:

    Franciel, o rapaz lá do blog deixou claro que o time dele só tinha quatro jogadores (fulano ,beltrano, cicrano e begerrat). Além disso, não combate o gene da corrupção q assola o itinga desde a sua existência.
    Vamos aos fatos: na terceira partida contra o Sport, o presidente do itinga reconhecendo a superioridade do adversário (0X6), ofereceu no dia seguinte à 2ª partida um jantar 0800 (isto na segunda-feira). Depois de uma noitada daquelas veio a surpresa: a terceira partida foi transferida da quarta para a terça-feira, numa manobra de Osório junto à CBD. O itinga segue a competição e na negra, contra o Santos, aparece a mesma figura do Osório e suborna o juiz Eunápio de Queiroz com 150 cruzeiros (o equivalente a um automóvel popular). Este meliante durante a última partida expulsa Titi, Pagão e Zito. O itinga vira o jogo e leva o aclamado título de 1959.
    Essa prática já se sucedia pelas bandas de cá, como é de conhecimento de todos.

  7. Dalmo Carrera Says:

    Deixe disso Franciel, deste da época de Clara Nunes o nordeste de amaralina sabe muito mais que isto, você é que insiste na teimosia em não admitir certa insignificância do seu clube quando o assunto é titulo. Paciência, fazer o que?

    É como você mesmo disse em titulo em um dos seus artigos “O mundo ainda não acabou” logo esperança existe, você é um homem de fé e sabe, Deus é misericordioso com aqueles que sofrem ou padecem por falta de alegria, persevere, não brigue, apenas lute, corra atrás ainda que a distancia seja inalcançável, dobre os joelhos e humildemente reze, e prometa, chore, pague dobrado seu carnet “Sou mais Vitória” trate bem do espírito, faça uma seção de descarrego nas água de amaralina e expulse pra longe o caboclo Reinado Azevedo que te conduziu nestas mal traçadas linhas de ataques contra um adversário que apenas te acenou com um gesto nobre da admiração. Mais não esqueça, em conversa reservada com o senador Marcelo Crivela ele disse: Tentar desqualificar ou seguir o padrão de glória do vizinho “é um pecado que não somente nos impedirá de ir para o céu, mas também mesmo nesta vida nos tirará a satisfação”

  8. Franciel Says:

    Dalmo,

    parece que você bebe menos do que o domingada. Então, vou tentar explicar na esperança de que você entenda.

    Ouça bem, mas antes largue este copo.

    Seguinte é este.

    Eu estava quieto no meu canto, até que o referido chegou e disse que eu escrevo bem e me convidou para ir lá no blog dele.

    Eu vou. E, educadamente, reponho a verdade histórica dos fatos. E você sabe: fato é fato e meninico é meninico.

    Então, ele bebe a cachaça errada dele e muda completamente de opinião. Diz que meu blog dá sono e etc e coisa e tals.

    O que fiz: tentei agradar o rapaz: escrevi um texto para ver se ele acorda quando aparecer aqui.

    Esta é a verdade que salva e liberta.

    Registre-se, publique-se e vá no cartório protestar este título de seu time que é tão ou mais fajuto do que os cheques que sua diretoria anda passando.

    P.S 1 Eu admito (quase) tudo – menos dançar homem com homem, mulher com mulher e alguém citar aqui nome de canalhocratas da marca do referido Reinaldo da Abril. Da próxima vez não faça mais isso, não, oquei?

    P.S. 2 Dalmo e Fernando,
    avisem aos seus amigos de itinga que eu até deixo eles comentarem aqui, mas precisam, ao menos, cursar o supletivo antes, beleza?

    Agora mesmo chegou um tal de sapão coachando coisas incompreensíveis. Não publiquei porque não entendo a linguagem dos animais.
    Mais cedo um tal de Luiz Leite ficou chorando o seu (lá dele) sobrenome derramado de forma estúpida.
    Então, aviso à praça. Se quiser que eu publique, façam um supletivo antes e sejam minimamente educados.

    De nada.

  9. Osnaldo Perez Says:

    Continua sofrendo, hein companheiro? Ainda bem que desenvolveu o seu lado espiritual, pois, para torcer pra esse time tem que ter muita resignação.
    Um grande abraço
    Bora bahêa

    Osnaldo, o tempo passa, o tempo voa, o bamerindus e seu time só recebendo borracha e você ainda mantém a esperança. Isto é que fé.

    Por onde você anda, cabrunco? Vamos marcar para beber esta em homenagem ao TRI rubro-negro.

  10. Fábio Domingues Says:

    Olá Franfran. Sou eu novamente. O “Domingada”.

    Passei aqui apenas para agradecer o texto em minha homenagem. Também gostaria de deixar claro uma coisa.

    Eu bebo.

    Tava até pensando em lhe chamar pra tomar uma. Explicar as diferenças históricas entre nossos clubes. Mostrar entre um choppinho e outro, que em 110 anos o brioso Clube de Cricket Vitoria não conseguiu chegar nem ao chulé das glorias atingidas pelo meu querido Esporte Clube Bahia (32 anos mais moço).

    Quando o Bahia atingir 110 anos, acho que já vai dar tempo de conseguir mais outro titulo brasileiro (uma Copa do Brasil, quem sabe), uns 20 baianos e talvez esse torneio furreca que vocês entraram no apagar das luzes. A Sulamericana.

    Mas acho que não ia dar certo. Pelo visto, enquanto eu sorveria um bom e gelado chopp da brahma, você pediria um leitinho Itambé.

    Mas por increça que parível, no referido texto que eu escrevi lá no BBMP, eu estava completamente sóbrio!

    Assim como sóbrios estão os dirigentes do Santos, Palmeiras, Fluminense, Botafogo e Cruzeiro (eu não sei se Marcelinho estava sóbrio na hora. Não boto minha mão no fogo por ele), que entregaram na semana passada um dossiê mostrando toda a importância da Taça Brasil e que pleiteiam o reconhecimento do referido torneio pela CBF.

    Forte abraço.

    Com todo o respeito, Domingada, eu parei de ler sua mensagem quando você disse que ia me “chamar pra tomar uma”.

    Que mané TOMAR o que, rapá?

    Eu BEBO, e aprecio outras substâncias não recomendadas pela carta Magna, mas com moderação, que é para não ficar fazendo este tipo de coisa.

  11. Terê Says:

    Hahahahahahahahahahahahahahahahahaha

    Fantástico!

    Francis,

    Os torcedores do vicitinga de Lauro de Freitas são doidos de pedra, essa abstinência titulirística só faz aumentar a loucura habitual.Eles não ganham nem campeonato de bola de gude!!Não é a toa que binha é o torcedor símbolo, o fiel representante dos oligofrênicos de itinga. Melhor não contrariá-los (basta lembrar do seu outro texto maravilhoso).

    A curiosidade realmente é uma porcaria. Cliquei, perdi meu tempo, entretanto, comprovei a imbecilidade deles!!. Realmente eu não poderia esperar nada dos oligofrênicos.

    Deixe-os delirarem…campeão moral do primeiro turno, bi-campeão, campeão de torcida, PC é um deus, vão subir este ano, serão campeões baianos, terá eleição direta para presidente….Melhor não contrariar os maluquetes.

    UMBORA BITÓRIA, CARAJO!
    AURRERA GASTEIZ,ZAKIL!
    ABANT GASTEIZ, ARRAIO

    Rumo ao Tri.
    ——————-

    Queridos oligofrênicos,

    Não chorem não, viu?

  12. Dalmo Carrera Says:

    Franciel. Sou um homem feliz. Sabia, tinha certeza, apostava 10 litros do meu sangue azul vermelho e branco que a única coisa que poderia te aporrinhar na minha brincadeira seria o disparate da comparação com o cidadão citado. É claro, brinco, sorria quando escrevia as bobagens e o sorriso ganhou nova dimensão com alusão feita ao canalha. Saiba, apenas tento participar do seu BLOG porque admiro a sua escrotidão e quero acompanhar de perto o seu sofrimento.

    Sou Bahia, e quando aqui sou Vitória também, quero mesmo é participar, brincar e sorrir! Retiro a comparação feita e está feito também, um pedido formal de desculpa, acompanhado da esperança que um dia complete o segundo grau escolar, porém. te adianto, o segundo titulo já tenho, pois é Franciel.

    ( O único amigo que tenho aqui é o Lucas Serra)

  13. Fábio Domingues Says:

    Ah! eu continuo achando o seu blog muito bom. Até falei isso lá…

    sobre o fato de seus textos darem sono, foi apenas um chiste. Uma brincadeirinha pueril. Uma observaçãozinha jocosa. Não leve a mal.

    abraço.

    Domingadinha,
    pode ficar tranquilo. Não lhe levo a mal, não. Só não me convide para TOMAR uma, beleza?
    Se quiser beber, podemos até marcar este ba x VI e lhe contarei sobre um fábula de um rapaz que vivia só se vangloriando de ter pegado algumas mulheres meeiras num passado remoto, muito remoto, mesmo que pagando, e que hoje em dia, coitado, tá é… cala-te boca.

  14. Fred Says:

    Saudações, Franciel.

    “Botão Rivalidade desativado”

    Sou torcedor do Bahêa, com muito orgulho, e vi seu blog no Baheaminhaporra, nos comentários do Fábio Domingues e nos seus próprios. Diferenças à parte venho dizer que seu blog é muito melhor do que o blog do finado Cara de Esquilo no globo.com, aquela criança arrogante.
    O motivo do meu e-mail é saudá-lo pela educação, pelo respeito. Rivalidade, se acabar, não tem graça. Molequeiras contra adversários são sempre sadias, se sadias (entendeu? rss).
    Espero sinceramente que o seu blog seja o blog oficial da torcida do Vitória, quem sabe você venha a se tornar até o blogueiro da Globo.com, pois você mostra inteligência e discernimento, o que faltava ao antigo titular.
    E que nossas torcidas duelem apenas com respeito e bom humor, sem violência, como você mesmo disse no blog BBMP: “vocês têm humor – o que é fundamental”

    Botão“Rivalidade”Ativado novamente.

    Boa sorte e um abraço tricolor,
    Fred

    Ô, Fred, você, apesar de torcer para o itinga, me parece ser um rapaz de bom coração. Então, vos suplico: não me deseje este mal de trabalhar para a globo, não, oquei?

    Deixe-me aqui, igual à Juscelino Barbacena, escondido em meu cantinho.
    SRN rumo ao TRI

  15. Lucas Serra Says:

    Há vida no rival Françuel. A exemplo de Dalmo, que tinha tudo pra ser rubro-negro, mas um dia ele deixa o Bahia!! rsrsrsrss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: