Pra que serve um técnico?

Não bastassem os tradicionais dissabores da gloriosa segunda-feira, anteontem de madrugada despertei com o auxílio luxuoso da turba ignara do Norte e  Nordeste de Amaralina que gritava em uníssono numa barulhenta procissão: “MAURO FERNANDES , NÃO, MAMÃE;   MAURO FERNANDES , NÃO, MAMÃE;   MAURO FERNANDES , NÃO, MAMÃE; MAURO FERNANDES, NÃO, MAMÃE;   MAURO FERNANDES , NÃO, MAMÃE”.

Pois bem. Por conta de minha formação afro-pop, ortodoxa cristã e marxista, sempre fiquei ao lado da voz do povo. Porém, nesta peleja, sou obrigado a lutar na outra banda da trincheira das manifestações populares. E berro para tudo o mundo ouvir: “MAURO FERNANDES, SIM, MAMÃE; MAURO FERNANDES, SIM, MAMÃE; MAURO FERNANDES, SIM, MAMÃE”.       

Antes de explicar minhas razões nesta peleja larryflyntiana, saco do coldre meu manual de sociologia barata e informo à nação: até compreendo os protestos, mas em verdade destaco que vocês não entendem para que serve um técnico de futebol. E como minha função é levar a verdade onde haja  o erro e  a luz onde exista a treva, cá estou.

Seguinte.

Nos últimos 11 meses, tivemos Mancini no comando do Rubro-Negro, o pior técnico de todos os tempos ou, pelo menos, de quando eu me entendo por gente –  o que dá no mesmo. Para que vocês tenham idéia das sacanagens do referido, eis um breve resumo.

Ele chegou no final de março de 2008 com a equipe caindo pelas tabelas e completamente desacreditado. Pois muito bem. Não satisfeito em ganhar o campeonato baiano, o que já é uma rotina nos últimos tempos, ainda conseguiu transformar um bando em um time. E, achando pouco, ainda fez alguns milagres. Ajudou a tornar Vanderson o melhor meio-campista do Brasil. O pitbull, que só sabia destruir jogadas e levar cartões, hoje é um atleta que desarma com firmeza, mas sem truculência, e ainda sai para o jogo com bola dominada e dá passes precisos. Um assombro.

Além disso, fez com que dois jogadores, Wallace e Willians, realizassem uma proeza que desafia a ciência moderna: aprenderem a jogar bola depois de seis anos. Eram dois casos perdidos. Até este locutor, que conhece e pratica o pebolismo (eu falei pebolismo, hereges) em 18 idiomas, acreditava que estes dois não tinham jeito para a bola. No máximo, poderiam participar de um campeonato intermunicipal

Mas, Mancini os recuperou para o futebol. E fez mais malvadezas. Botou o Vitória para jogar de igual para igual com as grandes equipes de Pindorama nas quase quarenta rodadas do Brasileirão. Um feito absolutamente inédito.

Aí, eu pergunto: isto é marca de técnico que se apresente? E eu mesmo respondo: Claro que não. O técnico, para quem não sabe, deve servir para as seguintes coisas: ser chamado de professor por pessoas semi-alfabetizadas, falar numa linguagem completamente incompreensível e ser depositário de nossas frustrações. Em resumo: deve ser aquele a quem devemos fazer a catarse cotidiana, xingando o desgraçado de forma impiedosa. Não só a ele como também a toda a sua árvore genealógica.

Pois muito bem. Com Mancini nada disso era possível. No máximo, ele fazia uma pirraçazinha na lateral direita (ala é a puta que o pariu) ou outra bobagem do gênero. Nada que merecesse nosso ódio. Uma afronta.

É por isso que louvo e defendo a chegada de Mauro Fernandes. Este, sim, vai restabelecer tão importante tradição.

E, feliz, encerro esta transmissão assim: “Mauro Fernandes, seu sacana burro. Tira Apodi e  bota Bosco na lateral-direita, porra”.

Anúncios

13 Respostas to “Pra que serve um técnico?”

  1. Lucas Serra Says:

    kkkkkkkkkkk

    Eu tomei um susto quando comecei a ler, mas depois, ficou tudo explicado…. srrsrs

    Seu Franciel, vc está parecendo o “Aurélio” da nova escolinha que passa na Band!!! Com seu vocabulário diferente!!! srrsrsrs

  2. Mateus Borba Says:

    Tinha acabado de ler esse texto no Impedimento, Francis.
    Se eu ri muito, é pouco, por que eu ri demais.

    UMBORA BITÓRIA, CARAJO!

  3. paulo galo Says:

    Cara, tudo agora faz sentido. O tratamento VIP oferecido ao povo humilde de Itinga, no BA-VI, quando só faltou o ventríloco Portela e seu risonho boneco Cabeça-de-Pica cederem as cadeiras praquela gentalha.
    Agora sai o articulado e talentoso Mancini para dar lugar ao iletrado Fernandes, que chegou dizendo que veio terminar o trabalho interrompido ao final da Série C de 2006. Meu deus…
    Fico com a doçura de Irmã Elizete, do Convento de São Raimundo, que sentenciou candidamente a esse ouvinte: aí foi que fudeu foi tudo!

  4. Quiva Says:

    Rapá, éu faço fé que Mauro Fernandes ao seu estilo primo-pobre de Joel Santana será capaz de proezas… uma eu já adianto, pois, conforme notícia corrida da Boca do Rio a Itapoan, a saudosa casa lúdica recreativa LAGOAMAR reabrirá as suas portas com descontos especiais para boleiros. E umbora Vitória, carajo!

  5. Fabio Monteiro Says:

    PERFEITO FRANCIEL!!!

  6. Indy Says:

    Impagável. Insuperável.
    kkkkkkkkkk

  7. Paulo Says:

    e eu repito: “Mauro Fernandes, seu sacana burro. Tira Apodi e bota Bosco na lateral-direita, porra”.

  8. Maurício Guimarães Says:

    Serviço de utilidade pública! Essa foi boa, incrível Franciel como vc resgata nosso bom-humor.

  9. canijah de moreré Says:

    Me poupe, Jorginho????? Me faça uma garapa!!!!!!! Dublê de Luxemburgo só ganha série C!

  10. Anrafel Says:

    Fiquem contentes, poderia ter sido o boca-de-sovaco Arturzinho.

  11. Terê Says:

    hahahahahahahahahahahahahahahaha

    HILÁRIO

    Salve, seu Francis!

  12. Bitória Carajo Says:

    Rumbora trabajar, Franciel. Hoy é dia 28 e está tudo igual por aqui.

  13. Benoca Says:

    Pô velho, carnaval já acabou e por aqui nada de novo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: