Crônica (mística) de uma vitória anunciada

Juro que não queria, mas é imperativo repetir aquele parágrafo que já se tornou um clássico da literatura esportiva contemporânea.

Ouçam.

“Só agora, passadas as regulamentares 48 horas, é possível fazer a imprescindível e retórica indagação: que fenômeno foi aquele que assombrou Soterópolis na tarde/noite do último sábado?”

Amigos, em verdade vos digo: há muitas décadas não se via tanta injustiça em uma partida de futebol. Aquele magro 4 x 0 foi uma das maiores afrontas à lógica aritmética-pebolística.

Se os deuses da bola não estivessem tão mal-humorados, o malamanhado Placar do Parque Sócio-Ambiental Santuário Ecológico Manoel Barradas deveria registrar, ao menos, dois dígitos. Creio que uns 12 x 0 seria razoável. Aliás, não. Nenhuma goleada conseguiria traduzir o que, efetivamente, aconteceu nas quatro linhas. Não há números para ilustrar aquela saga.

Os números, aliás, nem sempre conseguem captar a carga simbólica de uma conquista. Porém, O Sobrenatural de Almeida, que tem jogado em nosso time, pode explicar. E Ele garante que este triunfo sobre o Figueirense tem o mesmo valor simbólico de um outro, histórico, ocorrido há 100 anos, no dia 3 de maio de 1908: a vitória de 1 x 0 sobre o São Salvador, que marcou a arrancada rumo ao primeiro título estadual do Rubro-Negro.

Talvez os mais jovens não saibam, mas naquela época, eu, que nasci há mais de dezmilanos, fiz a previsão de que o Leão caminhava rumo àquele título. Os descrentes duvidaram. Da mesma forma que não acreditaram agora quando repeti a PROFECIA de que o Vitória está na trilha do primeiro título nacional.

Podem duvidar à vontade, pois de nada adiantará. O Sobrenatural de Almeida, como já disse, resolveu novamente jogar a nosso favor. E Ele destaca mais um último e místico detalhe: tanto naquela ocasião como hoje, tudo começou no mês de maio, mês da fundação do clube.

Segurem a cabecita de la madre.

P.S. Amanhã, uma breve avaliação de cada jogador.

Anúncios

Tags:

4 Respostas to “Crônica (mística) de uma vitória anunciada”

  1. Humberto Says:

    Franciel,
    Duas perguntas que não querem calar:
    – Como anda o Campo grande nesses dias? O sistema de drenagem está funcionando?
    Fico preocupado com nosso amigo Pituaçypsilon, coitado, que tem morada no Pé do Caboclo, e pode estar sofrendo os horrores da enchente de lágrimas das putas.
    Saudações Rubro-Negras.

  2. Fabrício Says:

    Prezado Franciel,

    Rapá, tu escreves muito bem. Muito bom texto, com humor. Fico esperando as 48h regulamentares. Passe a postar com mais regularidade e num intervalo de tempo menor. Enfim, não sei o porquê, mas começo a acreditar no título também! O time vai embalar e quando Nadson chegar vai virar sensação.

    Fabrício, quanto foi mesmo que eu combinei de depositar em sua conta bancária por causa destes imerecidos elogios?

    Agora, sério. Tentarei postar com mais frequência. O problema é que tenho que trabalhar para garantir o cuscuz com carne de charque para meu filhote e, além disso, ainda tenho que manter vivo outro blog, o Ingresia. Mas, tentarei.

    Ah, sim. Pode acreditar. Vai acontecer.

  3. Quiva Says:

    Caro Francis, já esperando os seus comentários sobre os jogadores, lhe digo que a lateral-esquerda do Vitória agora tem nome, cpf, pis, pasep e as porra. Depois de algumas promessas frustradas, o novo lateral, de cabeça avantajada como garantia da sua inteligência na hora de passes precisos, vem mostrar futebol a altura da nossa história. Marcelo Cordeiro é da estirpe de Jorge Valença, Esquerdinha, Leandrinho e Júnior Nagata. Mas que ele precisa de uma sombra, precisa, se não relaxa.

    Meu velho, acho que ele ainda precisa ouvir quando eu mando ele chutar para o gol. Este negócio de assistência não é coisa de homem, não. É de jogador de basquete. Lateral (ala é a puta que los pario) tem que brocar.

  4. Snorck Says:

    Sei que hoje ainda é o amanhã de ontem (!), então o seu prazo não está prescrito, mas aguardo com ansiedade pela prometida breve avaliação de cada jogador. Parabéns pelos textos e por ter nascido rubro-negro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: